A Influência da Selic nos E-Commerces e Estratégias Digitais para o Varejo

No atual ciclo de altas da taxa Selic, iniciado em meados de 2020, quando estava em 2% ao ano, atingindo agora 13,25%, conforme decidido pelo Comitê de Política Monetária (Copom) em sua última reunião no dia 15, surge a preocupação sobre seu impacto nos diversos setores da economia. Mas, como o marketing digital se encaixa nessa equação e pode ser a resposta para os desafios enfrentados pelos varejistas?

Selic Elevada: Reflexos no Poder de Compra e a Interseção com o Marketing Digital

As altas na Selic afetam diretamente a população, refletindo em créditos mais onerosos e na perda do poder de compra dos brasileiros devido à inflação elevada. Basta observar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) nos últimos cinco anos, onde o Real perdeu significativos 31,32% do seu valor.

Desafios para o Varejo em Meio a Essa Realidade

Para o varejo, esse momento é particularmente desafiador, pois os preços aumentam, e a capacidade de compra da população diminui. A contenção nas compras, especialmente de bens duráveis como eletrodomésticos, móveis e eletrônicos, torna-se evidente. É nesse contexto que o marketing digital emerge como uma ferramenta crucial para as empresas desses segmentos.

A Migração para Estratégias de Performance

Historicamente, em períodos de crise econômica, observa-se uma migração dos players do mercado para agências de performance. A razão disso reside na capacidade de melhor controle de investimentos e seus retornos no ambiente online. Não se trata de uma comparação entre online e offline, mas sim da necessidade de evitar erros, dadas as circunstâncias desafiadoras.

O Papel da Performance na Estratégia de Marketing

Performance, nesse contexto, significa a gestão eficiente do orçamento. Em uma lógica simples, consiste em não desperdiçar recursos. Quando uma marca precisa atingir uma persona específica, a abordagem de performance utiliza segmentação com base na interação das pessoas com o site, produto, ou loja, resultando em menor gasto para alcançar uma porcentagem significativa da persona escolhida.

Explorando o Potencial do Retail Media Network (RMN)

Se a empresa já implementa estratégias de performance, é hora de considerar a adoção do Retail Media Network (RMN) e utilizar os dados dos usuários como uma fonte adicional de receita. Essa abordagem estreita a relação com a indústria, permitindo obter rebates e verbas cooperadas em troca de inteligência.

Veja também: Consultoria Revisional de financiamento em Presidente Prudente

Compreendendo o RMN

Para aqueles não familiarizados, o Retail Media é uma estratégia na qual as marcas anunciam seus produtos nos sites ou aplicativos dos varejistas, gerando mais vendas para si e oferecendo uma fonte extra de receita para o varejista parceiro. RMN, por sua vez, é a construção de uma rede ativa nesse sentido.

Conclusão: Planejamento e Cautela São Fundamentais

Independentemente da estratégia escolhida – seja investir em performance, explorar o Retail Media ou adotar qualquer outra técnica -, o planejamento cuidadoso é crucial. Tudo faz parte de um Road Map, que envolve a organização de processos e metas da empresa. Iniciar com estratégias de performance e progredir passo a passo facilita o caminho em meio a desafios econômicos.