Utilizando o Painel Semântico para criar apresentações profissionais

Utilizando o Painel Semântico para criar apresentações profissionais

  • 6
  • 18 de agosto de 2015

Atualmente, trabalhar com métodos visuais criativos tornou-se algo essencial no desenvolvimento de apresentações profissionais. E diferentemente da descrição verbal – onde o observador necessita manter-se um pouco mais concentrado para entender o que está sendo proposto, e que em muitas vezes acaba perdendo o foco e tirando conclusões equivocadas -, a imagem gera uma resposta mais rápida para a interpretação do conteúdo. Isso porque somos seres bastante visuais e temos uma facilidade enorme para entender e assimilar informações através da visão.

Desde crianças, damos preferência a leitura de textos que são acompanhados de gravuras e desenhos, pois desta forma tudo se torna mais fácil e interessante. Sabendo disso, fica claro o impressionante poder do painel semântico, uma técnica que busca traduzir o código verbal em signos visuais. Ele é considerado uma prática lógica, empática e inovadora para o contexto do design e proporciona um novo modo de inspirar o processo de criação de apresentações. Quer saber como ele funciona e qual sua importância? Leia este post e descubra!

Afinal, o que significa painel semântico?

Antes de descobrirmos o seu real significado, temos que entender o que é ‘semântica’. Este termo refere-se ao ramo da linguística que estuda o significado das palavras. Assim, o que buscamos através de imagens é a visualização dos significados evocados pelas palavras-chave no decorrer de uma apresentação. Sem mais delongas, painel semântico ou ‘mood board’ é uma excelente ferramenta apresentada em forma de quadro, que combina uma série de referências visuais que apoiam a criação de uma ‘atmosfera’ na apresentação. A palavra ‘mood’ ajuda em sua compreensão, podendo ser entendida como humor, atmosfera ou até mesmo um estado temporário de nossa mente.

[irp posts=”11108″ name=”5 Ted Talks fantásticos para te inspirar na hora de criar apresentações”]

 

Do ponto de vista prático, essa técnica consiste em reunir diversas imagens referenciais sobre os aspectos relativos a apresentação, que devem ser divididas em três grupos principais: objetos, pessoas e ambientes. Em seguida, elas precisam ser organizadas em um painel, para que todos os observadores possam, através de pontos de vista distintos, observar, refletir e articular as características citadas nestas referências. Do painel semântico, pode-se extrair referências básicas, tais como cor, forma e textura, e conceitos subjetivos, como metáforas, símbolos e figuras de linguagem, assim como o estilo de vida ou emoções que dizem respeito ao seu público-alvo.

Qual a importância para a elaboração de uma apresentação?

Quando nos deparamos com o termo ‘painel semântico’, logo lembramos de um simples painel com fotos e recortes. Porém, ele representa muito mais que isso, sendo uma maneira criativa e inovadora de alinhar o cliente quanto às referências e expectativas do projeto. E após a coleta, seleção e organização visual das imagens no painel, haverá um confronto de conteúdos que será importante para evocar reflexões e traduzir os conceitos e ideias relacionadas a apresentação, sendo este um processo cíclico que promove o refinamento e esclarecimento das proposições de suas características. A interface gráfica construída se mostrará mais consistente do que a linguagem não-verbal, e os elementos simbólicos ocuparão um lugar de destaque reforçando o conteúdo verbal proposto.

[irp posts=”10938″ name=”Planeje a sua apresentação com os códigos da linguagem visual”]

 

Mas como criá-lo?

Pode-se criar um painel semântico de duas maneiras: fisicamente ou digitalmente. Na primeira, você pode coletar imagens através da mídia impressa (jornais, revistas, livros), colá-las em um grande painel e fixá-lo em uma parede. Assim, seus clientes ou funcionários poderão visualizá-lo a qualquer momento em seu ambiente. No formato digital, o painel pode ser elaborado utilizando softwares gráficos ou aplicativos que possibilitem a organização das imagens no ambiente online, tais como o MoodShare, MoodStream e Pinterest.

E aí, percebeu a importância do painel semântico para criar apresentações profissionais? E se você já o utilizou, que tal compartilhar um pouco da sua experiência com a gente? Use o campo de comentários abaixo!

 

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o