Profissional de Marketing: quando foi a última vez que você se aprofundou sobre um assunto?

Profissional de Marketing: quando foi a última vez que você se aprofundou sobre um assunto?

  • 3
  • 27 de março de 2017

Um bom profissional de Marketing deve ser uma pessoa com perfil curioso e espírito de aprendizado. Assinar newsletters de empresas relevantes em sua área (principalmente a nossa 😉 ), consumir e-books, materiais educativos, blogs, podcasts, fazer cursos e tudo mais que conseguir. A lista é enorme, mas o grande desafio talvez nem seja o de encontrar conteúdos e sim, como colocar todos esses conhecimentos em prática, a favor do seu trabalho e do seu próprio desenvolvimento.

O mundo está em constante processo de mudança, ou seja, novos conteúdos estão surgindo a cada hora, como reflexo da própria mudança de comportamento e mentalidade do mercado. Estar atento a essa movimentação é o que pode te ajudar a se destacar. Mas somente se você tiver a capacidade de entender o porquê de cada ação.

Enquanto profissional de Marketing, você sabe porque faz o que faz?

Imagine que você trabalhe no setor de Marketing de uma empresa B2B e que a Diretoria decida que está na hora de vocês terem uma página no Facebook. Você, prontamente, vai lá e cria essa página, e começa a dedicar bastante tempo para postar informações sobre a sua empresa e seus produtos. Mas depois de um tempo, começa a perceber que isso não está trazendo o retorno necessário, suas vendas continuam baixas e não consegue gerar engajamento com seus posts.

Em qual momento entre a decisão de criar um perfil no Facebook e começar a postar, você parou para pensar no porquê dessa ação? Se você tivesse parado para analisar quem é a sua persona, do que ela gosta e quais redes acessa, você poderia ter identificado que ela não se relaciona pelo Facebook, só pelo LinkedIn, por exemplo, ou que no Facebook, ela prefere receber informações mais motivacionais. O ponto é: você não parou para pensar na razão pela qual ia fazer uma tarefa e como ela poderia influenciar nos seus resultados.

Entender os porquês e se aprofundar em um assunto não é necessariamente aprender algo e guardar isso em algum comportamento mental. É de fato entender que pequenas ações, por mais simples que possam parecer, influenciam positivamente (ou negativamente) no todo; precisam estar integradas a uma estratégia e objetivo maior.

Não faça por que tem que fazer. Atue, aprende e entenda porque você quer mais. Caso o contrário, você cai no automático e caem os seus resultados.

Agora que você entendeu isso, separei três dicas que podem ser a destrava dos problemas que você vem enfrentando ultimamente

Paciência é a chave para um melhor desenvolvimento

“Há três métodos para ganhar sabedoria: primeiro, por reflexão, que é o mais nobre; segundo, por imitação, que é o mais fácil; e terceiro, por experiência, que é o mais amargo.” – Confúcio

Não é da noite pro dia que você criará campanhas de e-mail marketing com altas taxas de abertura, blog posts com dezenas de comentários e compartilhamentos e milhares de curtidas na página da sua empresa no Facebook. Não vim aqui jogar um balde de água fria, mas isso realmente não vai acontecer. Não se você não entender o porquê precisa fazer tudo isso.

O processo de aprendizado é feito de erros, pesquisa, procura, paciência e muita persistência. Entender isso é o primeiro passo para aprender e chegar onde você deseja chegar.

Ou seja, seja persistente na procura, mas paciente com o seu tempo de desenvolvimento. Não apresse ações sem entender o real valor de cada objetivo e o resultado esperado. Do contrário, você terá muita ação, mas pouco resultado.

O ciclo PDCA pode ser um importante aliado nessa hora (inclusive, temos um conteúdo que aborda justamente esse ponto: como transformar dados em conhecimento aplicável no seu dia a dia. Vale a pena a leitura!). O importante é sempre entender a razão pela qual você faz o que faz e se dedicar em formas de aprimorá-la, ou mudá-la, quando for necessário.

Não pare no tempo, adapte-se!

Já falei sobre a mutabilidade do mercado, certo? Então tenha sempre em mente que existe a possibilidade real de que algo que você tenha aprendido esteja ultrapassado, ou até virado outra coisa.

E é completamente normal que isso aconteça, principalmente na internet, onde empresas, estudiosos e profissionais estão sempre se reinventando e se adaptando a novas tecnologias e ao comportamento do consumidor frente a essas tecnologias.

Um movimento que temos acompanhado é a perda de força da televisão com o aumento do streaming. A Netflix trouxe o binge-watching (hábito de assistir todos os episódios de uma série de uma vez só), o que fez com que as emissoras de TV tivessem que rebolar e apostar em novas formas de exibição para atrair esse público.

Quer um exemplo? A toda poderosa e tradicional Globo lançou 11 episódios da série “Supermax” na internet antes da estreia na TV; tudo para acompanhar a vontade que os espectadores têm de assistir o que querem, pelo dispositivo que for mais adequado a sua necessidade e no seu tempo. Ou seja, esqueça o “sempre fiz assim e funcionou”.

Quer outro exemplo frequente e do qual eu já falei? Muitas empresas têm um perfil no Facebook porque simplesmente acham que precisam ter, e nunca param para pensar se isso realmente faz sentido para o seu negócio. Isso só representa perda de tempo, recurso e dinheiro!

Inove com Growth Hacking

Uma das técnicas que nós utilizamos aqui na WCK para nos manter em movimento e sempre atentos é o Growth Hacking, o marketing orientado a experimentos. Traduzindo, é a metodologia utilizada para encontrar pequenas brechas, destravas e gatilhos que trazem crescimento rápido para a sua empresa, utilizando a tecnologia a seu favor, de forma completamente mensurável.

E justamente por conta disso o GH é importante. Ele favorece a inovação e a busca por novas soluções, é o caminho indicado para sair do mesmismo e para encontrar fontes novas de resultados, estimulando o desenvolvimento analítico e estratégico do profissional.

O foco é experimentar. Realize testes, invista em frentes diferentes, descubra o que performa melhor com o seu público e tem mais resultado. Inovar é mais que preciso, hoje também significar sobrevivência 😎

  • Como utilizamos o Growth Hacking na WCK

Mesmo nós, profissionais de Agência de Marketing Digital, às vezes também caímos na falácia de fazer o feijão-com-arroz por que é o que dá certo. E o Growth Hacking foi essencial para dar uma chacoalhada positiva nos nossos resultados e mudar a forma como estávamos fazendo as tarefas do dia a dia.

Há dois meses, começamos a notar que a taxa de abertura e clique de um dos nossos fluxos de e-mail vinha caindo drasticamente. Depois de estudar um pouco o processo que estávamos utilizando para produzi-lo, com um mesmo conteúdo, decidimos criar três segmentações diferentes de destinatários e aplicar hacks de assunto em cada uma delas (como colocar o nome do destinatário, por exemplo).

Com esse teste simples, conseguimos dobrar a nossa taxa de abertura e clique, e descobrimos como falar melhor com o nossa persona. Tudo de forma metrificada e mensurável. Outra vantagem foi perceber o que não estava mais funcionando e melhorar nosso processo.

O “errar rápido para corrigir rápido” se aplicou muito bem aqui.

Hora de colocar a mão na massa!

Você percebeu que acabou de se aprofundar sobre como melhorar o seu trabalho? Continuar procurando por conteúdo precisa ser uma tarefa constante no seu dia a dia, mas refletir sobre elas também.

Aproveite e também coloque hoje mesmo algumas coisas em prática! Entender a relação entre empenho e desempenho e refletir sobre ações que você tem feito no automático (e não tem obtido o retorno necessário) são os primeiros passos que você tem que tomar para se tornar um profissional cada vez melhor, além de transformar os conhecimentos que tem adquirido em prática e resultados.

Não pare de buscar e nem deixe que os desafios do dia a dia sejam maiores do que a sua vontade de ser maior. Você precisa treinar sua mente para enxergar entraves como novas oportunidades de crescimento. Inclusive, temos um conteúdo excelente que fala sobre os principais desafios dos gerentes e profissionais de Marketing dentro da sua área, que tal ver se você se encaixa em algum deles e como superá-los? Vou deixar o link aqui embaixo:

>> Os principais desafios de um Gerente de Marketing: qual é o seu? <<

 Já que falei em desafios, o que você está fazendo para superar os seus?

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
<div role="form" class="wpcf7" id="wpcf7-f14318-o1" lang="pt-BR" dir="ltr"> <div class="screen-reader-response" aria-live="polite"></div> <form action="/profissional-de-marketing-quando-se-aprofundou-sobre-um-assunto/#wpcf7-f14318-o1" method="post" class="wpcf7-form" novalidate="novalidate"> <div style="display: none;"> <input type="hidden" name="_wpcf7" value="14318" /> <input type="hidden" name="_wpcf7_version" value="5.1.8" /> <input type="hidden" name="_wpcf7_locale" value="pt_BR" /> <input type="hidden" name="_wpcf7_unit_tag" value="wpcf7-f14318-o1" /> <input type="hidden" name="_wpcf7_container_post" value="0" /> </div> <div class="cta-fundo-de-funil"> <div class="header-cta"><span class="foto-cta"><img src="https://agenciawck.com.br/wp-content/uploads/2017/01/foto-lilian-rios-da-agencia-wck.png" width="136" height="136" alt="Lilian Rios" /></span><span class="titulo-cta"> <p class="titulo">Fale com a Lilian Rios</p> <p class="sub-titulo">Especialista Inbound Marketing</p> <p class="descricao">o</p> <p></span> </div> <div class="form-cta"> <p><span class="col-full"><span class="wpcf7-form-control-wrap nome"><input type="text" name="nome" value="" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text wpcf7-validates-as-required" aria-required="true" aria-invalid="false" placeholder="Nome completo" /></span></span><span class="col"><span class="wpcf7-form-control-wrap email"><input type="email" name="email" value="" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text wpcf7-email wpcf7-validates-as-required wpcf7-validates-as-email" aria-required="true" aria-invalid="false" placeholder="E-mail" /></span></span><span class="col"><span class="wpcf7-form-control-wrap telefone"><input type="text" name="telefone" value="" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text wpcf7-validates-as-required" aria-required="true" aria-invalid="false" placeholder="(00) 0000-0000" /></span></span><span class="col col-last"><span class="wpcf7-form-control-wrap cargo"><input type="text" name="cargo" value="" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text wpcf7-validates-as-required" aria-required="true" aria-invalid="false" placeholder="Cargo" /></span></span><span class="col-half"><span class="wpcf7-form-control-wrap funcionarios"><select name="funcionarios" class="wpcf7-form-control wpcf7-select wpcf7-validates-as-required" aria-required="true" aria-invalid="false"><option value="Número de funcionários">Número de funcionários</option><option value="1 a 5">1 a 5</option><option value="6 a 10">6 a 10</option><option value="11 a 25">11 a 25</option><option value="26 a 50">26 a 50</option><option value="51 a 100">51 a 100</option><option value="101 a 200">101 a 200</option><option value="201 a 1000">201 a 1000</option><option value="Mais de 1000">Mais de 1000</option></select></span></span><span class="col-half col-last"><span class="wpcf7-form-control-wrap site"><input type="text" name="site" value="" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text wpcf7-validates-as-required" aria-required="true" aria-invalid="false" placeholder="Site" /></span></span><br /> <input type="submit" value="Quero falar com a Lilian" class="wpcf7-form-control wpcf7-submit om-trigger-conversion" /></p> </div> </div> <div style="display:none;"> <span class="wpcf7-form-control-wrap identificador"><input type="text" name="identificador" value="CTA - Fale com a Lilian Rios" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text" aria-invalid="false" /></span><br /> <span class="wpcf7-form-control-wrap c_utmz"><input type="text" name="c_utmz" value="" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text" id="cookieutmz" aria-invalid="false" /></span> </div> <p><script type="text/javascript"> function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d];while(e.charAt(0)==" ")e=e.substring(1,e.length);if(e.indexOf(b)==0){return e.substring(b.length,e.length)}}return null}try{document.getElementById("cookieutmz").value=read_cookie("__utmz")}catch(err){} </script></p> <div class="wpcf7-response-output wpcf7-display-none" aria-hidden="true"></div></form></div>