Fuja: Práticas de Marketing Digital que outras empresas estão adotando que não são necessariamente boas para o seu negócio

  • 2
  • 2 de Março de 2017

Apesar dos ótimos resultados que o marketing digital tem apresentado para empresas do mundo inteiro, nos mais diversos setores, ele ainda pode ser considerado uma prática recente. Isso tem levado milhares de empresas a cometerem graves erros ao adotar métodos equivocados, talvez por desconhecerem os mecanismos e recursos que essa vertente tem a oferecer. Ou por acharem que podem lidar com o cliente da mesma forma como lidavam no marketing tradicional. Afinal, algumas estratégias e práticas de Marketing Digital precisam ser bem planejadas.

Mas lembre-se sempre daquela máxima: dois errados não fazem um certo. Ou seja, não é porque muitas empresas têm determinada ação que ela está certa. Ou que vá fazer bem para o seu negócio. Sendo assim, confira algumas práticas comuns do mercado que você não deve adotar.

 Você não unifica seus canais de contato

Com a popularização das redes sociais e da importante participação da internet na jornada de compra do consumidor, cada vez mais empresas têm aderido à utilização de mídias digitais, seja como forma de ampliar os seus horizontes para um público mais abrangente, seja como canais de atendimento aos seus clientes.

A questão é que quanto mais mídias digitais a empresa possui, há mais canais de atendimento para se administrar. Agora, coloque-se no lugar de um usuário que acessa todos canais em que a sua empresa está: Instagram, blog, LinkedIn, Facebook, Youtube e Twiter, por exemplo.

Some a todas essas mídias as “sub-categorias” atreladas a algumas delas, como landing pages, página de contato do e-commerce etc. Se você não cria uma estratégia para unificar a maneira como você se comunica e atende o seu cliente em todos esses canais, o cliente pode ficar perdido e a sua credibilidade afetada (e o seu relacionamento vai por água à baixo).

Outro ponto importante é ter muita atenção as respostas dadas em cada um desses canais.

No seu perfil do Facebook, a rede de pizzarias Domino’s respondeu com um pedido de desculpas um elogio feito por uma cliente no Facebook. A cliente postou o comentário: “A melhor pizza de todos os tempos! Continuem o bom trabalho, pessoal!”. A resposta da rede? “Sentimos muito por isso! Por favor compartilhe mais informações conosco e mencione a referência #1409193 para que possamos resolver essa situação”. Em poucos instantes, a troca de comentários já estava rodando por toda a internet.

Você atua de forma igual em todas redes sociais

Unificar a sua estratégia não significa se comunicar da mesma forma em todas as suas redes sociais. Você precisa entender as particularidades e especificidades de cada rede e falar com o seu cliente respeitando essas diferenças, adequando o seu discurso. Afinal, memes engraçadas podem ser interessantes para o Facebook, mas talvez não sejam uma boa para o LinkedIn, uma rede mais voltada para contatos profissionais.

Confira dois exemplos:

  • Facebook: A maior rede do mundo, também é a rede onde as pessoas gastam maior parte do seu tempo! É imprescindível que, independente da forma de atuação do seu negócio, sua empresa tenha uma página lá. Como maximizar sua atuação:  Aproveitar recursos como o Edge Rank e investir nos gatilhos desta rede podem ser a alavanca de vendas e da relevância da sua empresa em seu mercado de atuação. Entenda: antes de qualquer coisa, são pessoas conversando com pessoas; ser formal o tempo pode não ser legal. Seja descontraído, informal (na medida do possível) e entenda que humor inteligente é diferente de não levar nada a sério. Atuar de forma invasiva, tentando vender seus produtos todo tempo, toda hora é uma das piores coisas que você pode fazer, Facebook é baseado em interesse e não em intenção.
  • Instagram: A maior rede de compartilhamento de imagens do mundo, com um número aproximado de 500 milhões de usuários ao todo, 35 milhões só no BrasilComo maximizar sua atuação: Compartilhar imagens, dados sobre seu negócio, dia-a-dia de sua empresa… As opções de utilização desta rede são infinitas. Além da facilidade do uso de hashtags, que aproximam usuários que ainda não conhecem seu negócio.

Se quiser conhecer mais sobre como melhor atuar em cada rede social, temos um excelente conteúdo sobre o assunto: Não tenha uma página no Facebook porque precisa ter: atue nas redes sociais de forma eficiente em 2017

O que não fazer nas redes sociais.

O que não fazer nas redes sociais. Fonte.

Você ainda não produz conteúdo para o seu público

produção de conteúdo é a base que sustenta o marketing digital, afinal, é através de conteúdos relevantes e de qualidade que a sua empresa pode atrair novos usuários para o seu site, gerar novos leads, efetuar novas vendas e otimizar os seus resultados. A constante produção de conteúdo atrai cada vez mais usuários, torna o seu site mais relevante para os mecanismos de buscas e aumenta a credibilidade do seu negócio na internet.

Quando José Maria Marin, o ex-presidente da CBF, foi preso, a Netflix encontrou uma oportunidade para divulgar Better Call Saul (uma das produções originais da empresa) através de uma brincadeira com os seus clientes/fãs, fazendo a seguinte postagem em seu Twitter oficial: “Alô, Marin? #BetterCallSaul”

Quem acompanhou a série Breaking Bad, sabe muito bem que bastava fazer uma ligação para o advogado Saul e ele encontrava um meio de livrar alguém da prisão ou de algum processo, por isso o seu slogan era “Better Call Saul”.

Em uma frase com cinco palavras, a empresa gerou milhões de compartilhamentos, curtidas e muito engajamento com os usuários. Simplesmente uma aula sobre como se produz conteúdo de qualidade e segmentado para seu público alvo. A empresa é conhecida por constantemente se destacar em suas estratégias de marketing.

Você não estabelece métricas de sucesso ou prazos para as ações

Não estabelecer métricas de sucesso seja para o setor de atendimento, vendas ou comercial,  o deixa refém do acaso. O “achismo” não é uma opção viável quando se está à frente da gestão de uma empresa, pois em muitos casos não há receita que permita margem de erro, e você não quer ficar perdendo dinheiro, correto? Utilizar ferramentas e métricas para medir resultados é mais do que necessário, é praticamente um mandamento.

Receita para desperdiçar dinheiro

Imagine que você está gastando R$ 5 mil por mês em ações e campanhas de marketing digital para melhorar o ranqueamento de sua empresa nas buscas orgânicas do Google. É claro que esta é uma tarefa que não se realiza do dia para a noite, leva tempo, investimento e muito trabalho. Fazendo as jogadas corretas, é certo que os resultados começarão a aparecer. É aí que entra o X da questão. Como você faz para saber se o seu investimento dará algum retorno? Muitos empreendedores desperdiçam rios de dinheiro em campanhas de marketing fadadas ao fracasso por sequer saberem o que são indicadores de marketing.

Somente mensurando os seus resultados em marketing digital é possível saber os pontos fortes e fracos de suas campanhas e, com isso, aprimorar e corrigir o que não está funcionando e otimizar as suas estratégias.

Iniciar uma campanha sem definir o seu prazo também é um erro clássico. A Resultados Digitais contou um pouco mais sobre o problema que teve com isso:

“Ao configurar uma campanha no Facebook Ads, uma das opções é determinar o orçamento a ser gasto diariamente. Quando esta opção é selecionada, você pode escolher entre determinar uma data para os anúncios encerrarem ou então deixá-lo sendo vinculado continuamente.
O problema foi que, na pressa para configurar um anúncio, não determinamos uma data final e deixamos ele sendo vinculado continuamente. Isso significa que ele vai gastar dinheiro até que você perceba o erro. Ou seu dinheiro acabe.
Por sorte, nós fazemos um acompanhamento constante das campanhas, e poucos dias depois da data prevista conseguimos perceber o erro. Então gastamos mais dinheiro do que previsto, mas não tanto quanto poderia ter sido”.

É preciso aplicar as estratégias e acompanhar as tendências do marketing digital que comprovadamente trazem resultados, tomando para si o que for mais adequado para a sua empresa.

E nada melhor do que conhecer alguns cases de sucesso para se inspirar, certo? Então não deixe de clicar na nossa seleção de cases e aproveitar! 

Que tal ser o primeiro a avaliar este artigo?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
Carregando...

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o