[INSIGHTS 2018] Por que é tão difícil mudar alguns hábitos profissionais?

[INSIGHTS 2018] Por que é tão difícil mudar alguns hábitos profissionais?

  • 3
  • 20 de dezembro de 2017

Esse conteúdo faz parte da nossa série INSIGHTS 2018 ;)

Pra quem está de fora é sempre mais fácil dizer: faz isso, você vai ver que melhora. Faz aquilo, e isso que te incomoda vai mudar. Leia tal livro, ouça tal pessoa, vai ser incrível

No ambiente de trabalho o discurso soa diferente, mas segue a mesma linha de raciocínio: Essa ferramenta vai mudar a sua rotina de trabalho! Com esse processo tudo vai melhorar!

E sim, obviamente existem muitas soluções e ferramentas que podem sim mudar a maneira como estamos habituados a fazer as coisas, desde que estejamos disponíveis e desejemos que ela – a mudança – aconteça. Parece pouca coisa, mas na verdade pode ser um dos trabalhos mais difíceis de se fazer. Às vezes, queremos coisas que não desejamos e o oposto também é verdadeiro. E isso influencia nos nossos hábitos profissionais.

O desejo diz a pessoa que somos, a nossa história, as nossas marcas mais profundas. O querer diz daquilo que conscientemente almejamos alcançar, que racionalmente entendemos ser o melhor. Mas o que faz as pessoas surpreendentes, que é a maneira como cada um lida com a contradição que habita em todos nós, também adiciona uma dose de dificuldade (ou pelo menos demanda um esforço maior em alguns momentos).

Acredito muito em todos os estudos super científicos, possíveis de serem replicados e testados, mas faz parte da minha ética sempre adicionar um adendo a todo esse conhecimento produzido: uma vez que aquilo que acontece com todos – generalização – (no cérebro de todos, no comportamento de todos) está dado pela ciência, também quero saber daquilo que não acontece com todos.

Me interessa saber aquilo que só acontece com aquele que fala comigo, como dentro da sua história essa pessoa sente aquilo que me conta. Me interessa o desejo.

A motivação é a base da mudança de hábitos profissionais

Todo comportamento observável tem como base uma motivação que muitas vezes a própria pessoa desconhece e que não vive só nos pensamentos e crenças. Tem motivo de existir e sustenta algo para aquela pessoa.

Tem gente que não consegue mudar o mindset, que não consegue se adaptar a uma nova ferramenta ou processo, mas para de fumar em uma semana – e não fuma mais. Não dá pra dizer que essa pessoa não consegue mudar hábitos, né?

Tem gente que casa, muda de país, abandona tudo aquilo que conheceu durante toda a vida, mas não se adapta no trabalho novo. Essa pessoa também não tem dificuldade de mudar.

Essas pessoas quando apresentam uma dificuldade excessiva para mudar ou aprender algo, estão me dizendo que existe alguma coisa muito importante delas que precisa daquele comportamento, daquela ação que estou pedindo que mudem. Cabe a mim ouvir se para além disso existe algo em que eu e essas pessoas possamos nos apoiar para fazer com que as coisas se movimentem.

Ouvir se junto com o desejo de não mudar, existe o desejo de mudar (pois as duas coisas podem existir dentro de nós), e não só a vontade, para assim começarmos a desenroscar o que ficou preso por algum motivo.

O tempo que isso leva é um tempo que só existe dentro das pessoas, e não cabe a mim apressar. Cabe a mim entender qual é o tempo que o trabalho, a empresa e a equipe suportam aguardar. Às vezes, essas variáveis não se complementam e são nessas ocasiões que entendemos, mutuamente, que a troca não será produtiva como tínhamos imaginado no começo – tanto porquê não podemos oferecer para a pessoa o que faz sentido e potencializa o fazer dela, quanto porque ela já não consegue mais atender nossas demandas – e é nesse ponto que nos desvinculamos, aqui na agência.

Quando isso acontece, de alguém sair, também é uma mudança para a equipe, para mim, e demanda que façamos algumas alterações internamente. Às vezes toma mais tempo e as vezes menos, mas até hoje deu certo essa coisa de mudar ;)

Vou terminar esse texto dando uma dica interessante que pode ajudar nessa mudança:

* Se você quer saber mais sobre estratégia para Redes Sociais e Funil de Vendas, fique de olho no nosso próximo conteúdo!

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o