[Planejamento 2017] Se Conteúdo é rei, veja o que este soberano quer para o próximo ano

[Planejamento 2017] Se Conteúdo é rei, veja o que este soberano quer para o próximo ano

  • 3
  • 1 de dezembro de 2016

*Você sabe como criar um planejamento de Marketing que realmente fortalece a sua estratégia e traz resultados, e que não somente segue tendências que talvez não façam sentido para o seu negócio? Confira a nossa série Planejamento de Marketing Digital  para 2017, com os tópicos: Conteúdo, Conversão, Vendas, Remarketing, Redes Sociais, Tendências e Estratégia, e descubra para onde o mercado está indo, o que o seu cliente quer no futuro e o que a sua empresa deve fazer para acompanhá-los! 

Já está mais do que comprovado, e metrificado, o papel que o Conteúdo tem dentro do Marketing nas empresas. E a previsão é de que essa importância só aumente: só a indústria de Marketing de Conteúdo movimentará até 2019 US$ 300 bilhões mundialmente.

Ou seja, por mais que o ano de 2016 tenha sido duro nos resultados, agora é a hora de olhar para frente e analisar quais tendências vêm sendo delineadas e podem ajudar a melhorar as vendas da sua empresa, quais fazem sentido para o seu mercado e persona e como aplicá-las no seu dia dia, otimizando os seus resultados e alcançando um melhor market share.

Pensando nisso, preparamos um post com cinco tendências em Conteúdo para ajudar no seu planejamento em 2017.

# Personalização e segmentação

Não adianta esperar resultados diferentes quando você continua trabalhando de forma igual com todos os clientes e com a mesma mensagem em todos os canais. Em 2017, o conteúdo da sua organização deverá ser cada vez mais personalizado e segmentado para atrair melhores clientes.

Uma pesquisa realizada pela Forbes com 308 CMOs mostrou que profissionais de marketing que oferecem conteúdos personalizados conseguem obter o dobro de retorno em desempenho e resposta.

O consumidor hoje espera receber conteúdo e informação diferenciado conforme o canal escolhido. Ao segmentar o público em grupos menores e estudar melhor quem é o seu cliente, como ele interage e reage em cada canal, você será capaz de fornecer conteúdos que repercutirão mais e, claro, terão mais valor.

Se você vai escrever um blog, produzir um vídeo ou postar no Facebook, entenda a ferramenta escolhida, estude-a e aproveite ao máximo o que ela tem para oferecer.

Outra dica interessante é analisar e entender como você pode aplicar o GeoMarketing na sua empresa.

# Conteúdo multimídia

Blog posts, e-books, e-mail marketing… Você já conhece a importância e relevância desses meios e, inclusive, já deve trabalhar com eles. Mas chegou a hora de pensar em Realidade Virtual, Realidade Aumentada (o sucesso de Pokémon Go não nos deixa mentir), vídeos ao vivo (Instagram, após sucesso do Snapchat, lançou recentemente transmissão ao vivo direto nas Stories) e até GIFs.

Não precisamos lembrar da velha máxima: estar onde o seu cliente está, certo? Então, surgiu uma nova tendência, veja se faz sentido para o conteúdo que produz e se jogue!

# Vídeos, vídeos, vídeos

Segundo dados divulgados pela Hubspot, 55% dos entrevistados responderam que prestam mais atenção a vídeos do que outros tipos de conteúdo, e segundo o Syndacast, 74% de todo o tráfego virá desse formato em 2017.
Comportamento do Consumidor

Mark Zuckerberg já divulgou que o Facebook pretende colocar os vídeos em primeiro lugar no seu planejamento. Ou seja, esse meio é a grande aposta para Marketing de Conteúdo.

Outra tendência dentro desse meio são vídeos na vertical, que poderão ser vistos pelo celular, sem precisar virar o aparelho. O Facebook (olha ele novamente!) já vem testando essa tendência e comprovou que as pessoas estão dispostas a passar mais tempo assistindo vídeos na vertical.

# Conteúdo voltado para Redes Sociais

Outro dado importante divulgado pela Hubpost, mostrou que 45% dos entrevistados deseja ver mais conteúdo divulgado nas redes sociais das empresas.

Comportamento do Consumidor

Muitas marcas utilizam as mídias sociais para divulgar conteúdos altamente genéricos, que são facilmente ignorados pelo seu público. Redes sociais devem ser utilizadas como meios de envolvimento e relacionamento com o cliente, um canal de experiência com o cliente com conteúdo pensado exclusivamente para ele.

# Palavras-chave de cauda longa

Com o novo sistema de inteligência artificial adicionado ao algoritmo de busca do Google, o RankBrain, textos com palavras-chave de cauda longa serão beneficiados. Isso acontece porque o trabalho do RankBrain é interpretar o conteúdo de diversas páginas para encontrar a melhor resposta para as pesquisas dos usuários, conectando buscas específicas com buscas genéricas sobre o mesmo tema.

Com isso, somente inserir palavras-chave não terá mais efeito. Você deverá organizar o seu conteúdo para que ele forneça respostas precisas e contextuais a perguntas de palavras-chave de cauda longa.

Outro benefício da utilização dessas palavras é que, embora esse tipo de palavra-chave seja menos utilizado em pesquisas, o visitante que acessar o seu site por meio dela está mais propenso a comprar o seu serviço ou produto.

  • Insights para se preparar para o próximo ano:

Ok, você deu uma lida em tudo isso e entendeu no que precisa ficar de olho, agora como fazer isso? Confira alguns insights que podem ajudar nessa tarefa.

  1. O primeiro ponto que você deve ficar atento é: não é porque é tendência que faz sentido para o seu mercado. Então, antes de sair aplicando o que você tem visto por aí, analise, estude e teste. Descubra o que fala diretamente com a sua persona e representa a sua empresa;
  2. Entenda como foi o ano de 2016 para a sua empresa, mensure dados, resultados e objetivos alcançados, além dos principais problemas e entraves enfrentados. Também defina se as metas não alcançadas em 2016 ainda farão sentido no próximo ano; se sim, veja como pode adequá-las para seu novo planejamento, se a resposta for não, não se apegue a elas, foque nas ações do próximo ano;
  3. Decida qual será o foco do próximo ano: fortalecimento da marca? Mais seguidores? Novos cadastros? Mais e melhores vendas? Se tornar referência em um determinado segmento? É preciso traçar o seu objetivo, para aí sim planejar o que será feito para alcançá-lo. Muito importante: certifique-se de que todos dentro da sua equipe entenderam e estão prontos e capacitados para trabalhar em prol desse objetivo;
  4. Converse com a área de Vendas, para que ela ajude na validação da sua persona. Isso permitirá que você crie conteúdos e campanhas mais precisas e eficazes. Lembre-se: é essa área que recebe os leads que você gerar;
  5. O feedback do cliente é o seu melhor indicador de qualidade e o melhor balizador para o seu conteúdo. Então peça, sempre que possível, feedback e permita que ele faça uma crítica honesta e sincera sobre você. Depois, faça uma avaliação do que foi dito, veja o que pode ser melhorado e implante essa melhoria o quanto antes, mostrando assim que você leva em consideração a opinião dada.

Como estão as suas Vendas? Você sabe qual é a importância de priorizar os seus leads para otimizar resultados?

Avalie nosso artigo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
1 voto(s)
Carregando...

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o