O que é Transformação Digital e como ela impacta o seu dia a dia?

O que é Transformação Digital e como ela impacta o seu dia a dia?

  • 2
  • 2 de março de 2018

A rápida evolução da tecnologia ocasionou uma série de mudanças não só na sociedade como também no mercado e, consequentemente, no estilo de vida das pessoas. Esse cenário trouxe uma nova realidade que vem se instalando em boa parte das empresas e do mundo corporativo: a Transformação Digital. Também conhecida como Digital Transformation (DT) em inglês, esse novo fenômeno vem ganhando espaço no mercado e gerando fortes impactos nos negócios.

Nos últimos meses, muitos meios de comunicação como sites, portais, redes sociais e noticiosos vem divulgando matérias sobre esse assunto. Apesar da rápida expansão e popularização do termo, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o que é essa tal de transformação digital e como ela pode influenciar na vida das pessoas e no mercado como um todo.

Para muitos especialistas e empresas influentes no mercado, a transformação digital é próxima revolução industrial. Sem dúvida esse processo gera grande impacto nos negócios e influencia a vida das pessoas, mas não se preocupe, nesse texto vamos falar mais a respeito desse tema, tirar as principais dúvidas e mostrar como a sua empresa pode aderir a transformação digital.

O que é transformação digital?

Fazer o uso da tecnologia para melhorar o desempenho de uma empresa, expandir a sua atuação e melhorar os resultados, isso é transformação digital. Ela consagra a tecnologia como agente modificador de uma organização, permitindo que a mesma modifique desde a estrutura até sua cultura e abordagens comerciais.

Hoje, a DT não é apenas uma realidade é também uma necessidade, por isso que os meios de comunicação e o mercado estão dando tanta importância para a temática. Apesar da TI ser a precursora da transformação digital, outras áreas e setores já estão sendo influenciados de forma direta e indireta por ela, como Saúde, Varejo, Logística, Indústrias/Produção, Bancos, Comunicação, Marketing e Vendas.

Entre outros que, gradativamente, estão adotando as mudanças propostas pela DT e as novas configurações de consumo.

Mudanças sociais

Todos os dias, milhares de pessoas precisam administrar uma infinidade de conteúdos e informações que são recebidas no desktop do trabalho, através do smartphone e até na smart TV de casa. São textos, áudios, vídeos, conversas, fotos e uma porção de conteúdos interativos recebidos pelas mais diversas plataformas.

A forma de se comunicar ficou mais rápida, o tempo de resposta reduziu drasticamente, consequentemente o comportamento social mudou. As pessoas dispõem de menos tempo ocioso e cada vez mais buscam coisas, serviços, produtos e pessoas que possam facilitar suas rotinas e minimizar o desgaste com determinadas tarefas.

Quais são os elementos impulsionadores dessa transformação?

De forma resumida, os principais elementos impulsionadores da transformação digital são tecnologias e ferramentas que já estão sendo desenvolvidas no mercado há algum tempo e hoje ganharam espaço em muitos modelos de negócios. São eles:

  • Computação em nuvem: Acesso a dados, aplicativos e serviços por meio de armazenamento remoto e internet;
  • Big Data: Tecnologia de banco dados com capacidade para armazenar grandes quantidades de conteúdos e conjuntos de dados;
  • Internet das coisas (IoT): Rede de dispositivos e aparelhos conectados à internet que trocam dados entre si;
  • Blockchain: Serviço confiável de transações que aumenta a segurança e rapidez do processo;
  • Inteligência artificial: Máquinas que executam tarefas e trabalhos humanos sozinhas, com larga possibilidade de aprendizado e autodesenvolvimento.

Uma mudança tão drástica no comportamento social exige uma rápida alteração de mercado.

Como a transformação digital afeta o mercado e as empresas?

Os avanços tecnológicos dos últimos tempos influenciaram profundamente no modo de vida das pessoas. Ações simples do dia a dia como ir ao banco, fazer compras, estudar, trabalhar e até mesmo se locomover sofreram profundas mudanças graças a tecnologia mobile e o avanço dos apps. As pessoas mudaram, drasticamente e em pouco tempo, seus hábitos diários e, inclusive, os de consumo.

Diante desse cenário, é mais do que necessário que o mercado esteja preparado para agregar e atender este novo perfil de consumidor. Infelizmente o número de empresas brasileiras que investem neste novo processo ainda é muito baixo. Uma pesquisa realizada pelo Cisco aponta que apenas 67% delas já aderiram a Transformação Digital, o restante ainda espera passivamente as mudanças de mercado. Isso gera uma certa preocupação, afinal criar um ambiente disruptivo não é tão rápido e as transformações já estão acontecendo.

Algumas das antigas gigantes como a Kodak, Blockbuster, Sega, Itautec S/A perderam seus postos graças a falta de atualização e reforma. Muitas delas foram literalmente “engolidas” pelas mudanças do mercado, e com a rápida expansão da transformação digital, pode ser que novos nomes entrem para a lista.

É importante ressaltar que isso não acontece da noite para o dia, afinal a DT exige uma mudança completa em toda estrutura organizacional, adotando a tecnologia como fonte primordial e estratégica de toda a empresa. Para que esta realidade se concretize é preciso unir 3 coisas importantes: tempo, estrutura e recursos.

E os profissionais, como são impactados?

Os profissionais que hoje atuam no mercado precisam se adaptar a essa nova realidade e, em conjunto com as empresas, mobilizarem a transformação digital. E isso não vale apenas para a área de TI, todas os setores de uma empresa precisam estar conectados a estas mudanças. Com um consumidor mais imediatista e dinâmico, todos os representantes e funcionários da empresa devem estar engajados e convergir para o mesmo objetivo.

Outro ponto a ser destacado é a atuação criteriosa do consumidor frente aos produtos e serviços que contrata. Hoje, 47% dos consumidores brasileiros pesquisam antes de comprar algo na loja física, logo não é mais possível abordar um cliente com argumentos rasos e despreparados ou mesmo demorar semanas ou dias para dar uma devolutiva ou esclarecer uma dúvida. Além disso, o universo físico e digital não estão mais separados, eles se fundem cada vez mais com o avanço da tecnologia mobile, e o consumidor 3.0 sabe muito bem como utilizá-lo a seu favor.

Como aderir a transformação digital?

Já ficou claro que as empresas que não se dedicarem a uma adaptação à esta nova realidade e buscarem um profundo entendimento deste novo momento de mercado perderão seu lugar ao sol. Se você pretende aderir a transformação digital, vamos dar algumas dicas e pontos de atenção que a sua empresa precisa ter para realizar esta tarefa.

Planejamento

Como todo projeto ou processo de mudança, a transformação digital exige um planejamento para ser aplicada. É preciso analisar o seu modelo de negócio por uma ótica mais profunda e ver o que a sua empresa quer e precisa transformar e aprimorar para atender as necessidades deste novo mercado. Além disso, é importante integrar os diversos setores da empresa, e em conjunto com as equipes atuantes, entender todas as mudanças que precisam ser realizadas em cada departamento.

Diante disso, é necessário estabelecer um escopo de atuação para que todo processo seja realizado de forma organizada e gradativa. Como dissemos anteriormente, essa mudança não acontecerá do dia para noite e é preciso que todos estejam engajados e dispostos a trabalhar em prol dela.

Digitização

Todo conteúdo e acervo proveniente de uma empresa precisa ganhar seus “representantes” digitais. Se o objetivo é manter a tecnologia como ponto central e estratégico de uma empresa é preciso transformar toda informação analógica em digital. Documentos, registros, históricos, arquivos e outros conteúdos relevantes e essenciais para o funcionamento de um negócio precisam estar devidamente integrados com esta nova realidade.

Neste momento chegamos a 2 pontos essenciais da transformação digital, que inclusive estão impulsionando toda essa mudança, a Computação em Nuvem e o Big Data. Em TI, Big Data é o termo utilizado para referenciar a uma grande quantidade de dados armazenados, baseando-se nos 5 V’s:

  1. Velocidade
  2. Volume
  3. Variedade
  4. Veracidade
  5. Valor

De uma forma mais direta, no processo de digitização os dados são convertidos em bits e armazenados em nuvem. O Big Data é a ferramenta que acolhe esses dados, organiza-os e oferece um suporte para que sejam utilizados de forma estratégica na tomada de decisões.

Infraestrutura

Para passar do conceito à prática é preciso investir em uma reestruturação de toda infraestrutura da empresa, afinal de nada adianta ter um negócio conectado, dados digitalizados e não possuir uma infraestrutura que comporte tudo isso.

Essa é uma das partes mais desafiadoras pois exige inteligência, planejamento e investimento. É preciso estudar as possibilidades tecnológicas que estão disponíveis para o seu modelo de negócio e que irão beneficiar a sua empresa. Neste momento, ter o apoio do responsável ou da equipe de TI é fundamental, pois eles irão te ajudar a entender melhor o tipo de infraestrutura que a sua empresa precisa e quais ferramentas podem melhorar a rotina e atender as demandas dos seus clientes.

Uma série de novas ferramentas e tecnologias estão disponíveis, mas é preciso conhecê-las e entender se possuem conexão com o seu negócio. Algumas delas são:

  • Internet das coisas (IoT)
  • Blockchain
  • Realidade virtual
  • Business Intelligence
  • Cloud computing
  • Tecnologias para dispositivos móveis
  • Automações inteligentes
  • TI híbrida
  • Inteligência artificial
  • Machine Learning
  • Marketing digital

Entre outras…

Enfim, hoje o mercado oferece uma porção de ferramentas que estão conectadas com a transformação digital, mas é preciso saber se eles são aderentes ao seu negócio. O investimento em softwares, hardwares, equipamentos e inteligência operacional é uma etapa necessária desse processo mas é preciso planejamento, direcionamento e organização. Afinal, ser digital não é ser tecnológico.

Novas estratégias

Ter um bom planejamento, dados digitalizados e infraestrutura ainda não são o bastante para aderir a transformação digital. Realizado os primeiros passos, agora é preciso traçar novas estratégias de mercado para a sua empresa. No começo do texto falamos sobre o novo consumidor e a sua mudança de comportamento e hábitos de consumo. Pois agora, para atender essa nova persona com uma empresa adaptada a realidade digital é preciso estabelecer novas estratégias e caminhos de execução.

Para começar este trabalho é importantíssimo conhecer muito bem o seu cliente, estar perto dele e estabelecer um ponto de contato. Criar estratégias aderentes ao seu negócio envolve uma conexão positiva entre os interesses da empresa, os interesses do mercado e as necessidades do cliente.

Marketing digital como aliado

Uma ferramenta que pode te ajudar muito neste momento de definição ou entendimento aprofundado do seu cliente é o Marketing Digital. Por meio de estudos e análises, o marketing digital te ajudará na construção da persona do seu negócio, e com isso você saberá efetivamente com quem falar e como falar, além de ajudar no seu posicionamento de mercado. Vai compreender de maneira profunda quais são as dores e as necessidades do seu cliente, o que ele busca e quais os seus hábitos de compra.

Com um entendimento mais profundo a respeito do seu consumidor é possível criar novas estratégias e abordagens para os processos de divulgação e vendas. Além disso, é importante estabelecer canais de contato e, é claro, sempre estar atento a experiência do cliente e ao feedback dele.

Principais benefícios da transformação digital

Além das mudanças, a transformação digital traz consigo benefícios para as empresas, para os clientes e para o mercado. Dentre eles estão:

  • Inovação
  • Conectividade
  • Eficiência
  • Agilidade
  • Flexibilidade
  • Gestão completa
  • Redução de custos
  • Inteligência de mercado
  • Transações mais seguras e rápidas
  • Ações e estratégias apoiadas por dados concretos
  • Escalabilidade
  • Maior possibilidade de desenvolvimento
  • Comunicação direcionada
  • Dinamização nas ações e na comunicação interna
  • Aumento na qualidade de produtos e serviços
  • Maior engajamento e contato com os clientes e consumidores
  • Aumento na satisfação dos clientes
  • Maior controle de processos
  • Dinamização do mercado
  • Vantagem competitiva
  • Processos de produção mais simplificados

A transformação digital já é uma realidade e gradativamente vem ganhando espaço no mercado e na vida das pessoas. É muito importante que a sua empresa esteja aberta a rever determinadas questões e adotar novas diretrizes para se adaptar a esse mercado, afinal ninguém quer ficar para trás. Agora você já sabe como aderir a transformação digital e os principais passos que precisam ser tomados para alavancar essa mudança. Um novo mercado merece empresas que estejam dispostas à elaborar novas estratégias de crescimento e desenvolvimento.

E a sua empresa, está pronta para transformação digital?

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o