O preço de não executar sua estratégia de marketing: isso vai impactar a sobrevivência do seu negócio

O preço de não executar sua estratégia de marketing: isso vai impactar a sobrevivência do seu negócio

  • 2
  • 17 de abril de 2017

“Quando a empresa traça objetivos e metas, e busca alcançá-los, ela tem claramente definido do porque ela existe, o que e como faz, e onde quer chegar”. Peter Drucker

Segundo o IBGE, no Brasil, pelo menos metade das empresas fecham as portas após o quarto ano de vida. Muitos são os fatores que contribuem para a sobrevivência ou mortalidade das empresas. Sabemos que entre os grandes vilões dessa história está a alta carga tributária brasileira.

Mas para além dos fatores macroeconômicos está o ambiente interno que, é controlável e, diz respeito principalmente à qualidade da sua gestão. E o foco principal deste texto é a importância do planejamento estratégico e, acima de tudo, da sua correta execução.

A estratégia de Marketing não é algo que você vai definir apenas uma vez por ano quando fizer o planejamento! Você precisa colocá-la em prática e, o mais importante, revisá-la todo o tempo. Inclusive, no modelo moderno de gestão o planejamento é realizado em vários momentos do ano – a cada novo quarter, por exemplo -, com isso a estratégia foca nos objetivos e resultados-chave realmente importantes, e controlados em curto prazo.

Gestão à vista, processos, modelos ágeis e tecnologia

Imagina que louco se todos na sua empresa soubessem exatamente qual é a contribuição individual e de equipe para as metas globais estabelecidas? E ainda revisassem frequentemente o quanto estão perto ou distante dessas metas? E mais, conseguissem se antecipar às falhas e corrigir tudo a tempo?

Este cenário é perfeitamente possível desde que t-o-d-o-s estejam engajados no movimento que a empresa precisa fazer para alcançar os objetivos.

Parece mentira mas não é nem de longe o que vemos no mercado, conheço incontáveis exemplos de falta de integração entre áreas e equipes, e lógico que isso enfraquece todo e qualquer planejamento! 😱

A melhor forma de fazer com que sua equipe esteja orientada para resultados é implementando a gestão à vista, ou seja, todos devem ter acesso visual aos indicadores de performance das metas – sejam comerciais, de marketing, atendimento, suporte etc.

Alinhar isso a métodos ágeis como o Scrum pode te ajudar, e muito, na gestão de projetos e tarefas prioritárias que irão contribuir verdadeiramente com os resultados. Apesar de ser inerente aos negócios de tecnologia e desenvolvimento de software, métodos ágeis podem ser facilmente adaptados para outros modelos de negócio pois ajuda a dosar o empenho correto para obter o desempenho desejado. E todo gestor busca otimizar recursos, não é mesmo?

Quanto custa não executar a estratégia?

Se comprovar o ROI é um grande desafio para os gestores – principalmente no momento de definir o budget e aprová-lo -, imaginemos então mensurar o impacto financeiro de não realizar o que estava previsto no planejamento? É um bocado difícil inclusive porque para chegar ao resultado desse cálculo você vai ter que puxar para fora o pó que estava quietinho ali embaixo do tapete – e obviamente, tomar uma decisão a respeito.

A falta de estratégia  custa caro porque implica em três fatores vitais para a sobrevivência de qualquer negócio:

  • Entendimento sobre o mercado e o próprio posicionamento nele;
  • Crescimento em um mundo em constante e acelerada transformação;
  • Análise do passado, entendimento do presente e projeção de futuro.

Sem estes orientadores as decisões organizacionais ficam realmente à mercê do acaso e das escolhas mal pensadas de última hora.

Por outro lado, os negócios modernos de alto desempenho têm em comum cinco características:

  • Uso de dados e ferramentas de análises para melhorar efetividade;
  • O marketing é tido como parceiro estratégico para garantir o crescimento;
  • Inspiram os funcionários terem a mentalidade orientada a resultados, não a tarefas;
  • Tem posicionamento baseado em objetivos para aumentar receita;
  • Focam nas métricas e indicadores de desempenho certos.

Eu resumo a resposta de qual é o custo de não ter uma estratégia sendo executada de maneira eficiente em: perda de competitividade, desperdício de recursos (financeiros e pessoas), baixo desempenho e morte do negócio.

Como já mencionado, a grande maioria das organizações bem sucedidas precisa ter um planejamento que determina objetivos e metas para cumprir, levando toda a organização em busca do alcance dos resultados. Mas o planejamento por si só não assegura o sucesso nem elimina os riscos, ele ajuda a detectar as ameaças antes, e essa antecipação se torna cada vez mais indispensável para a sobrevivência das organizações modernas.

Uma hora você deve parar de planejar e agir

Para que todos tenham o entendimento sobre a estratégia e a visão de futuro da organização, tenham claro sua responsabilidade para o cumprimento dos objetivos em todos os níveis, estabeleçam as métricas corretas para acompanhamento, façam com que as análises sejam parte do processo e a comunicação seja horizontal e ajude na tomada de decisão; não adianta ter feito o melhor planejamento do mundo se a execução da estratégia não sair da sala de reunião e for para o campo prático!

Um processo efetivo de gestão e execução estratégica garante alto desempenho e traz apenas benefícios para qualquer organização. E o mais importante: garante que o seu negócio esteja fora da estatística que citei logo no começo deste texto.

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o