Como montar relatórios de marketing com dados que realmente importam?

Como montar relatórios de marketing com dados que realmente importam?

  • 2
  • 18 de setembro de 2017

O monitoramento de marketing é essencial na hora de avaliar as estratégias realizadas anteriormente e para decidir os novos procedimentos a serem realizados. O relatório, mais do que uma demonstração para a sua diretoria do que foi realizado, mostrando a efetividade do trabalho, também é uma ferramenta de marketing essencial para a sua equipe se auto avaliar constantemente.

Para que os gestores possam ter uma noção real do que foi feito e enxergar o departamento de marketing como estratégico e fundamental para sua empresa, é preciso que o relatório contenha informações realmente relevantes para eles, ou corre o risco de até mesmo eles sequer lerem o documento.

Veja como você, gerente de marketing, pode montar relatórios de marketing com dados que realmente importam e conquiste a atenção da diretoria para qual trabalha.

Defina uma periodicidade adequada para a produção do relatório

É importante que os relatórios a serem entregues para a diretoria da empresa sejam feitos dentro de uma determinada periodicidade, a fim de que se possa acompanhar adequadamente a evolução das estratégias realizadas.

Prazos curtos (como, por exemplo, uma semana) não terão mudanças significativas a serem apresentadas, de forma que poderá até mesmo camuflar a evolução do trabalho de marketing. Prazos muito longos (por exemplo, trimestral) poderão tornar as mudanças estratégicas mais lentas, o que não é saudável para o trabalho.

Um bom prazo para que se tenha informações realmente relevantes a serem apresentadas é entre 3 e 6 semanas.

Escolha as métricas adequadas

As métricas escolhidas são a alma do relatório de marketing. Você deve sempre ficar atento a quais irá escolher, pois nem sempre as que constarão no relatório serão relevantes para as estratégias e objetivos definidos ou então nem mesmo para atrair o interesse da sua diretoria.

Algumas das métricas mais importantes que você deve ficar atento e que são relevantes para seu clientes são:

  • CPL (Custo por Lead): ele representa o custo empregado para converter um usuário em lead e funciona através da seguinte fórmula: CPL = valor investido nas estratégias de marketing / quantidade de usuários convertidos em leads
  • ROI (Retorno sobre Investimento): o ROI é uma das métricas mais claras e, ao mesmo tempo, mais delicadas de se lidar na hora de mostrar os resultados para a diretoria. Sua fórmula é a seguinte: ROI = receitas geradas com as vendas – valor total investido na estratégia / valor total investido na estratégia.
  • CAC (Custo por Aquisição de Cliente): essa métrica mostra o custo para converter um usuário em cliente final e também é bem simples de ser calculada. A fórmula é a seguinte: CAC = valor investido na estratégia de marketing / quantidade de vendas geradas.
  • Resultado de mídia paga: você pode mensurar isso através do valor gasto com determinada mídia paga/ resultado obtido de acordo com o objetivo pretendido. Por exemplo, se o objetivo era aumento no número de cliques na home page vindas de anúncio do Facebook, a conta é: Resultado de mídia paga Facebook = valor investido/número de cliques na home page vindas do anúncio.

As demais métricas podem ser escolhidas de acordo com os objetivos traçados no plano de comunicação definido anteriormente. Lembre-se que o relatório precisa ser prático e ter informações importantes para quem irá lê-lo.

Coloque-se no lugar de um gestor e pense: o que seria de suma importância para mim em um relatório de marketing? Elabore o documento sob essa perspectiva.

Utilize ferramentas de mensuração

Para que os dados sejam precisos e atraentes, utilize ferramentas de mensuração para cada plataforma. O que não faltam são bons mecanismos no mercado focados para isso, tais como Scup, Iconosquare, LikeAyzer, Google Analytics, SocialBakers, entre diversas outras.

O ideal é que você escolha as ferramentas que mais se adequam ao estilo e aos objetivos das suas ações de marketing.

Escolha um template chamativo

Um bom template é 50% responsável por despertar a atenção do gestor para o relatório, fazendo com que ele dedique atenção de fato ao que está sendo apresentado.

Veja alguns templates desenvolvidos pela Hubspot, The Marketing Squad e Resultados Digitais e se inspire para montar o seu próprio.

Lembre-se sempre que elaborar esses documentos de forma estratégica é extremamente importante para manter o departamento de marketing como essencial e bem visto pela empresa em que trabalha. Por isso dedique-se a montar essa ferramenta de marketing da melhor forma possível.

Revise os seus processos

Dentro de uma cultura empresarial, os processos e procedimentos só têm a ajudar e facilitar ações que ficam travadas justamente pela falta deles, e o que, obviamente, reflete em mais e melhores resultados. Processos bem feitos registram e pontuam desde as mais simples até as mais complexas ações e permitem que você estabeleça um padrão de qualidade em tudo que entrega.

Existem no mercado hoje, diversas ferramentas que ajudam e facilitam a organização e a iniciação do registro dos processos.

Mas o mais importante é: Não case com os seus processos, eles não são eternos. Esteja sempre pronto para rever o que não está funcionando e aprimorar os procedimentos e estratégias existentes.

Quer saber mais sobre como se destacar diante dos seus gestores? Aprenda como apresentar um planejamento de marketing digital para seus diretores.

Avalie nosso artigo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
1 voto(s)
Carregando...

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o