Marketing Digital que dá certo: veja 6 dicas para fazer acontecer!

Marketing Digital que dá certo: veja 6 dicas para fazer acontecer!

  • 2
  • 9 de outubro de 2017

A cena é muito comum: depois de pesquisar e entender melhor as possibilidades do marketing digital, o empreendedor finalmente adota uma estratégia e começa a elaborar as ações. No entanto, alguns meses depois, percebe que conseguiu pouco ou nenhum retorno por meio do seu site, blog ou redes sociais.

Ao mesmo tempo, percebe que os concorrentes estão obtendo sucesso nas estratégias de marketing adotadas. Então se pergunta: como fazer marketing digital que dá certo? Como melhorar o meu potencial?

Essas são as suas dúvidas também? A execução dessas ações nem sempre é uma tarefa simples, já que demanda atenção a detalhes fundamentais que fazem a diferença entre um trabalho de resultados ou uma perda de tempo e dinheiro.

Por isso, no post de hoje te mostraremos 6 dicas que merecem atenção para trabalhar com marketing digital de maneira correta:

1. Planejar o Marketing Digital

Pode parecer óbvio, mas muitas empresas não planejam o marketing digital de maneira adequada. Em torno de 47% delas sequer têm um plano estruturado. É sempre bom lembrar que a falta de planejamento é um dos principais motivos que levam as empresas a fecharem as portas precocemente. O marketing digital faz parte da estratégia do negócio, então a primeira atitude é rever como estão sendo aplicadas as ações ou mesmo parar e pensar esse planejamento se ele ainda não foi feito.

O planejamento do marketing vai estabelecer o posicionamento de mercado que sua empresa vai adotar e suas estratégias relacionadas à diferenciação do negócio, ou seja, quais as vantagens sobre os concorrentes que serão “vendidas” aos clientes.

Sem um planejamento, você pode fazer grandes esforços sem chegar a um lugar algum, pois não há determinação de prioridades e visualização de quais ações geram mais resultados, o que acaba em baixa produtividade, além de gastos desnecessários com ferramentas inadequados para o seu caso.

2. Investir em produção de conteúdo

Uma das principais ações de uma estratégia de marketing digital é a produção de conteúdo, ou marketing de conteúdo, como também é chamado, para as plataformas da empresa (como o blog, por exemplo). O conteúdo é a munição para poder atrair novos usuários e gerar leads qualificados.

Com uma base de conteúdo formada, é possível abastecer as redes sociais, gerar links e conseguir destaque nos mecanismos de busca, mesmo que de forma orgânica. Para isso, é essencial contar com um bom planejamento de palavras-chave e demais técnicas de SEO.

O ROI do Marketing de Conteúdo é de aproximadamente 275%. Além disso, ele custa 65% menos do que as ações de marketing tradicional.

3. Fazer uma pesquisa para identificar o cliente ideal

Um trabalho determinante para a produção de conteúdo que falamos acima é a definição de quem é o cliente ideal, o qual chamamos de persona. Uma pesquisa é essencial para o marketing de conteúdo, pois identifica não só as preferências de consumo como também os hábitos do dia a dia desse cliente.

A construção das personas vai muito além de determinar o sexo, a idade e o gênero do comprador. É necessário saber identificar quais são os problemas e os objetivos dessa pessoa. Só assim será possível produzir conteúdos afinados com as necessidades reais.

Um caso de sucesso na definição de personas foi o do software de gestão para pequenas empresas QuantoSobra, de controle financeiro e de estoque entre outras funcionalidades. Com a definição da persona ideal, percebeu-se que o cliente tinha um tempo de ciclo de vendas menor, o que otimizou o trabalho da equipe por meio do ajuste do discurso de vendas e dos objetivos de cada abordagem. Além disso, foram estabelecidos gatilhos entre cada etapa do funil de vendas.

O resultado foi que a empresa quase triplicou a carteira de clientes em 2016, além de ter aumentado em R$ 98 seu ticket médio.

Por meio de uma boa pesquisa e construção de personas é possível fazer ações específicas e segmentadas, seja para redes sociais, blogs, materiais educativos ou links patrocinados.

4. Conhecer os custos de cada ação

Um dos maiores mitos relacionados ao marketing digital é o de que é possível conseguir grandes resultados com custo zero. Uma estratégia de presença na internet não converte automaticamente o seu site ou blog em uma máquina de vendas.

Isso porque é necessário um trabalho especializado que, além de construir a estratégia, cuide também do operacional, fazendo monitoramento dos resultados e ajustes ao longo de uma campanha. Quando falamos de custos para se fazer marketing digital que funcione, um dos indicadores que deve ser considerado é o ROI (retorno em vendas sobre o que foi investido). Pesquisas mostram que 72% das empresas que calculam o ROI de suas ações consideram sua estratégia de marketing eficiente. Dentre as empresas que não calculam o ROI, apenas 49% veem eficiência nas suas ações.

Então, é essencial adotar um monitoramento dos recursos despendidos. É necessário monitorar quais são as palavras-chave de maior relevância e adaptar a estratégia para novos segmentos de usuários e para cada etapa de venda.

5. Segmente sua base de e-mail

A prospecção de clientes na era do marketing digital é realizada de maneira mais assertiva. Por isso, não adianta usar as estratégias de décadas passadas, que custam 61% a mais que os métodos de inbound marketing. Quem interage com a sua empresa por meio dos conteúdos oferecidos é um contato mais qualificado do que aquele consumidor que foi “caçado” pela equipe de vendas em locais, horários e circunstâncias inoportunas.

A compra de listas de e-mail é uma dessas atitudes ultrapassadas, mas que ainda faz sucesso. É uma prática ruim, pois receber uma mensagem não autorizada é sempre um incômodo.

A lista de e-mail comprada pode trazer muitos contatos, mas são contatos de péssima qualidade, pois não são segmentados e provavelmente não têm interesse no seu conteúdo. Além disso, a lista pode trazer e-mails desativados ou inexistentes, o que faz com que sua estrutura de disparo tenha uma reputação negativa nos provedores, ou seja, é grande a chance de suas mensagens irem parar diretamente na caixa de spam.

Com um contato já educado e interessado nas suas ofertas, a equipe de vendas não precisa perder tempo tentando convencê-lo a comprar o seu produto ou serviço. Vai ser muito mais fácil converter em vendas um lead qualificado.

6. Realizar monitoramentos

Nossa última dica para sua estratégia de marketing digital dar certo é entender como o monitoramento é importante. Acompanhar qual é a rede social mais utilizada pelos clientes, qual é a taxa de cliques em uma publicação e qual é o envolvimento dos leitores do blog, por exemplo.

Monitorar é uma das principais palavras dessa nova forma de fazer marketing. Um bom pacote de web analytics pode ajudar a visualizar se os contatos estão chegando por meio das palavras-chave em buscas orgânicas ou por e-mail, quais são os links mais acessados, etc. Todos esses dados servem para nortear as próximas ações e conquistar cada vez mais clientes. A Ryanair, companhia aérea europeia líder no segmento low-cost, obteve resultados fantásticos ao analisar dados do comportamento dos clientes no seu site: as taxas de clique aumentaram 200% e a taxa de rejeição caiu 18%. A empresa também analisou dados das campanhas de e-mail e, a partir disso, dobrou a renda gerada pelo e-mail marketing.

Esses são alguns macetes que compartilhamos para que, ao trabalhar com marketing digital, você possa construir uma boa estratégia e melhorar o seu potencial. Mas é importante dizer que o marketing digital que dá certo é elaborado por uma equipe que pensa cada ação, do início ao final da jornada do comprador, com foco em resultados e por meio de campanhas direcionadas.

E você? Como tem desenvolvido as ações de marketing digital da sua empresa? 

Que tal ser o primeiro a avaliar este artigo?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
Carregando...

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o