Inteligência competitiva: a importância de estar sempre de olho no mercado

Inteligência competitiva: a importância de estar sempre de olho no mercado

  • 5
  • 22 de agosto de 2018

O nome pode até remeter a alguma ferramenta estratégica exclusiva para ambientes corporativos. Mas, se pararmos um pouco pra pensar, há muito tempo a inteligência competitiva já é utilizada fora do âmbito dos negócios, em quase todos os esportes de alta performance.

Um time de futebol, por exemplo, não entra em campo sem avaliar minuciosamente as táticas do seu adversário. Observando vídeos de partidas anteriores, os jogadores e a comissão técnica conseguem prever as estratégias dos seus competidores e, assim, tomar decisões mais acertadas em busca da vitória no placar.
Sim, o esporte profissional já vem fazendo essa coleta de dados do desempenho dos adversários para usar em benefício próprio muito antes das empresas pensarem nisso. E você, sabe como usar a inteligência competitiva a favor do seu time, do seu negócio?
Aproveite agora para tirar suas dúvidas e conferir os benefícios desta estratégia!

O que é inteligência competitiva

A inteligência competitiva é adotada no mundo corporativo por empresas que visam melhorar sua capacidade de conhecimento acerca do que acontece ao seu redor. Ela diz respeito à busca e organização de informações relevantes sobre a concorrência, analisando tendências e cenários, preparando a marca para a competitividade.

Nesses novos tempos, em que é cada dia mais fácil encontrar informações sobre seus concorrentes, é fato que eles também têm dados importantes a seu respeito. Então, como uma disputa de final de campeonato, é preciso seguir um plano, traçar estratégias e metas para entrar em campo o mais rápido possível. Ter inteligência competitiva é uma forma de prever e antecipar as ações em relação aos movimentos externos.

Medo de mudar x arriscar

Muitas vezes, para prezar pelo seu espaço no mercado, é preciso desapegar de determinadas crenças e práticas para implementar o novo. E quando falamos do “novo”, não significa apostar apenas em produtos, serviços ou metodologias inovadoras, mas também retomar velhas estratégias que já deram certo.

Todo mundo sabe que enfrentar o novo não é tarefa simples, porém, é primordial para quem quer vencer o jogo. E, em meio a um mundo em constante mudança, quem deseja crescer, ser melhor naquilo que faz, não pode em hipótese alguma se acomodar.
Pelo contrário, deixar de ser competitivo e não enfrentar novos desafios pelo simples medo de arriscar já é um grande equívoco, uma vez que os próprios erros nos acrescentam informações importantes que, inclusive, podem ser utilizadas na busca pelo sucesso.

Inteligência competitiva na prática

Assim como em quase todas as empresas, é provável que algum dia você tenha acessado o site do seu concorrente para dar uma olhada nos anúncios e publicações dele. Coletar informações sobre a concorrência em nada é antiético, mas uma prática comum do mercado que proporciona vantagens estratégias de negócio.

O objetivo é estabelecer as melhores estratégias para o seu negócio, certo? Então, primeiro, é preciso analisar o que acontece hoje dentro da sua empresa. Da mesma forma e com a mesma importância, deve-se entender também como funcionam os processos da concorrência. Esse é o primeiro passo para aprimorar o seu planejamento.

Investimento em tecnologia? Expansão da sua linha de produtos? O que faz seu negócio ser competitivo no mercado em que está inserido? Para implementar a inteligência nas estratégias da sua marca, é fundamental saber a resposta para essas questões.

O que o marketing tem a ver com isso

Que a inteligência competitiva ajuda a descobrir quais táticas e ações estão sendo eficazes ou não para a concorrência, agora você já sabe. Essas informações permitem economizar tempo e dinheiro que, antes, seriam dedicados a estratégias com pouco ou nenhum resultado. Mas, onde especificamente o marketing entra na história?

Pontos fortes e fracos: analisando os pontos fortes do concorrente, é mais fácil identificar algum fator que está em falta ou carente na sua empresa.

Oportunidades: a inteligência competitiva permite enxergar oportunidades que a concorrência usou e você deixou passar. Uma palavra-chave esquecida é um exemplo simples e comum disso.

Perfil dos clientes: acompanhar a reação dos clientes depois de uma postagem nas redes sociais ou ação da concorrência é uma oportunidade de descobrir o que seu público mais gosta, além do que os motiva a comprar com eles ou com você.

Em resumo, as informações obtidas com a análise de concorrência valem e podem ser aplicadas em todas as áreas do marketing, desde que usadas de forma inteligente e direcionadas para um objetivo.

Lembre-se: seu negócio é estruturado de acordo com o que você sabe. Por isso, entender o que os seus concorrentes estão fazendo, analisando os motivos de como eles o fazem é o segredo para a construção de uma estratégia assertiva de mercado. A inteligência competitiva está aí para ser usada, mas só entregará resultados se utilizada da forma correta.

Já implementou uma estratégia de inteligência competitiva na sua empresa? Quais resultados percebeu? Compartilhe com a gente!

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o