Inteligência Artificial já é realidade no Marketing Digital

Inteligência Artificial já é realidade no Marketing Digital

  • 2
  • 22 de junho de 2017

No filme “Ela”, um software de inteligência artificial chamado Samantha “aprende” o que faz feliz o escritor Theodore, que acaba por se apaixonando pelo assistente virtual. Mas se você acha que AI está ainda no campo da ficção científica, pense que os atuais Siri, da Apple, Cortana, da Microsoft e Google Now já fazem parte do dia a dia de milhões de pessoas. E ainda que estes aplicativos não cheguem ao nível de interação do filme, a massa gigantesca de dados não estruturados que trafega nas redes sociais pode ajudar no desenvolvimento de plataformas de relacionamento com o cliente cada vez mais humanizadas. Esse estágio evolutivo da experiência do consumidor é impulsionado pela transformação digital.

Inteligência artificial encabeça as tendências de transformação digital

Encurtar o caminho de decisão, reduzir o tempo da jornada de compras e tornar a experiência dos consumidores mais diretas: essas são algumas das contribuições da inteligência artificial para o marketing digital. No whitepaper “Dez mudanças que inteligência artificial e machine learning provocam no relacionamento com o cliente” é possível ver que isso acontece utilizando-se dados para interpretar e compreender os desejos de consumo de modo a adaptar-se às necessidades de cada consumidor.

Não é a toa que inteligência artificial encabeça a lista das dez tendências em tecnologia estratégica para 2017, apontadas pela consultoria Gartner, para obter, a partir de uma base de dados, o conhecimento que vai elevar a experiência do consumidor. É esta tecnologia de leitura e interpretação que dá sentido às interações digitais no relacionamento com o cliente. O relacionamento por meio de uma interface que conheça o consumidor, usando dados e algoritmos, simplifica a tarefa de compreender e antecipar os desejos do cliente.

Como a inteligência artificial melhora o relacionamento com o cliente

O uso da inteligência artificial combinada a outras tendências da transformação digital como Big Data e Internet das Coisas vai desde prever um desastre natural até antecipar um padrão de busca em sites. Essas tecnologias atuando juntas têm a capacidade de se adaptar e aprender a partir de mudanças em tempo real, de operar autonomamente (sem supervisão humana), e de serem capazes de se comunicar com outras máquinas e sistemas. Isso significa mais assertividade, mais rapidez e menores custos.

Um exemplo de como as empresas estão buscando reduzir erros e custos por meio de sistemas de inteligência artificial é o acordo do Bradesco com a IBM para ser o primeiro usuário do Watson no Brasil. À princípio, o Bradesco deve utilizar o Watson em três áreas: atendimento a clientes, treinamento de funcionários e gestão de fortunas. Nos dois primeiros casos, a principal vantagem do sistema de inteligência artificial é o entendimento da linguagem natural. No terceiro, a capacidade do Watson de analisar um volume muito grande de dados não estruturados, como notícias financeiras.

Mas você não precisa ser um Bradesco e contar com um Watson para introduzir a inteligência artificial no seu planejamento de marketing digital. Segundo a empresa de pesquisa Venture Scanner atualmente cerca de 900 companhias atuam no setor de IA no mundo tornando acessíveis ferramentas de interação com o consumidor cada vez mais poderosas e simples.

Entre elas está a SwiftKey – desenvolvedora de aplicativo de teclado para smartphones. Ao embarcar (embedded) no seu aplicativo o Zendesk Support Mobile SDK – que tem tecnologia de IA no seu desenvolvimento -, a SwiftKey obteve mais contexto sobre as necessidades e desejos dos clientes e respostas mais rápidas. O aplicativo principal da empresa já foi instalado em 300 milhões de smartphones ao redor do mundo e a cada ticket resolvido pelos atendentes, outros 70 são finalizados via auto-atendimentos. Com a Zendesk, a empresa transformou seu help center – apenas seis agentes atendendo 280 mil visitas por mês – em uma experiência simples e responsiva, adaptada à plataforma mobile.

Como foi visto, a inteligência artificial não é um futuro de ficção científica de robôs humanóides e hologramas multidimensionais. Ela já está disponível e pode levar a experiência do consumidor a um novo patamar evolutivo: a partir de tecnologias digitais é possível aproximar e melhorar as relações das empresas com seus clientes.

“Zendesk”

Artigo produzido pela equipe de conteúdo da Zendesk.

Zendesk oferece uma plataforma de atendimento ao cliente projetada para trazer as organizações mais próximas de seus clientes.

Avalie nosso artigo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
4 voto(s)
Carregando...

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o