Onde a estratégia de conteúdo entra no seu planejamento de marketing?

Onde a estratégia de conteúdo entra no seu planejamento de marketing?

  • 5
  • 23 de Março de 2017

O Plano de Marketing é o conjunto de ações e estratégias definidas com o objetivo de atingir determinado mercado. Trata-se de um documento amplamente utilizado por empresas para planejar a divulgação da marca, produto ou serviço.

Um planejamento de marketing efetivo deve ajudar a conseguir resultados e metas, atingindo a competitividade com mais eficiência. Toda empresa que deseja crescer e expandir sua participação no setor precisa de um marketing ativo e atualizado com o mercado. Isso começa com o plano de marketing.

Não existe uma fórmula a ser seguida para a criação de um Plano de Marketing. No entanto, existem passos à serem seguidos que fazem parte de todos os bons planos executados. Geralmente ele complementa o plano de negócios, composto por algumas vertentes principais:

  • Resumo executivo
  • Situação atual do marketing
  • Análise das oportunidades
  • Objetivos
  • Estratégia de marketing

A última etapa representa a abordagem máxima do plano e de todo processo, desde a introdução do produto ou serviço, seu crescimento, a maturidade, até o declínio. Com base na promoção e no preço, o planejamento deve contemplar toda ação que a empresa pretende, e também como executar isso.

Estando isso bem entendido, cabe agora responder a seguinte pergunta: “Onde a estratégia de conteúdo entra nessa história toda?”. Isso é o que vamos descobrir agora!

A estratégia de conteúdo no plano de marketing

Levando em consideração os 4 Ps do marketing (produto, preço, praça e promoção), o marketing de conteúdo entra na promoção. Ou seja, na comunicação de marketing. Essa é uma etapa importantíssima no seu planejamento, onde se busca o primeiro contato com o cliente.

Essa fase tem o objetivo de promover a marca e soluções e fazer com que a mensagem da empresa chegue ao público devido. Em outras palavras, é transformar seu negócio de mero desconhecido em possível solução para os desejos e necessidades de um cliente-alvo.

É aqui onde, na maioria das vezes, identifica-se o público que se pretende atingir e onde se definem as personas (os perfis simulados de clientes ideais). A ideia é traçar ações para atrair as pessoas certas, preparando o terreno para que todo o resto aconteça.

Para que a coisa flua, algumas perguntas devem ser respondidas:

  • Quando e onde você deve entregar as mensagens de marketing do negócio para o público?
  • Quais os melhores canais e ações para apresentar as soluções para estes possíveis clientes?
  • Quais os formatos de comunicação serão adotados?
  • Qual deve ser o calendário para entregar as mensagens?
  • Qual a influência do mercado (concorrentes influenciadores etc.) sobre as ações?

Essas são algumas questões que vão ajudar você e sua equipe a direcionarem os esforços de maneira mais efetiva. Essa é a base para fazer com que as pessoas conheçam o que você tem a oferecer a elas e passem a considerar a marca na decisão de compra.

O plano de conteúdo

Compreendido isso, é hora de definir o plano de conteúdo, o que em resumo significa elaborar um documento que destaque todos os pontos. No fim, esse plano será agregado ao planejamento de marketing, ou plano de marketing digital.

A estratégia de conteúdo pode assumir diferentes formas: um documento de Word mais clássico, uma planilha de Excel, ou uma apresentação do PowerPoint, entre outros. Quanto a isso, também não existe regra. O importante é que os principais elementos sejam aplicados.

Você pode começar a partir de uma escada e de um esquema simples, que permita identificar facilmente os itens, e que auxilie no planejamento claro dos momentos das ações.

Para preparar seu plano de conteúdo, existem 4 perguntas simples que ajudam:

  1. Quais conteúdos foram publicados até agora?
  2. Como deve ser o plano de conteúdo para atingir o alvo e alcançar os objetivos de negócio?
  3. Em qual contexto o conteúdo deverá ser criado?
  4. Qual tipo de conteúdo interessa aos meus leads e clientes?

A função de um bom profissional de marketing de conteúdo é conectar todos esses pontos e fazer com que eles conversem entre si. Existem alguns “ganchos” para que isso aconteça e, geralmente, é o responsável pela estratégia que os identifica.  

O profissional que elabora tanto o planejamento de marketing, quanto o plano de conteúdo, não precisa ser necessariamente um especialista em todos os pontos. Mas deve, necessariamente, ter noção deles para poder criar uma estratégia bem “amarrada”. Aliás, dá para gerar bastante resultado a partir do que você já sabe.

No fim, é preciso entender o que o cliente quer, começar a dar isso a ele através do conteúdo e continuar na entrega produto.

Mãos à obra!

Meu objetivo com este artigo foi mostrar a você onde exatamente a estratégia de conteúdo entra no seu plano de marketing. Essa é uma dúvida comum entre muitos profissionais, mas que pode ser esclarecida com a leitura deste conteúdo.

Comece a colocar em prática o que entendeu aqui e eleve sua empresa a outro nível. Lembre-se que é o marketing de conteúdo que dá sentido a todo resto, e que sem ele, sua empresa pode estar com os dias contados no mercado.

Marketing de Conteúdo

Artigo produzido por Rafael Rez do blog Marketing de Conteúdo.

Marketing de conteúdo é o maior blog sobre marketing digital do Brasil. Aqui te damos as melhores dicas para aumentar a visibilidade online da sua marca!

Que tal ser o primeiro a avaliar este artigo?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
Carregando...

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o