Como acertar em cheio o seu target com Growth Hacking? 4 hacks que todo gerente precisa saber

Como acertar em cheio o seu target com Growth Hacking? 4 hacks que todo gerente precisa saber

  • 2
  • 16 de março de 2017

Um dos conceitos mais usados atualmente no marketing online e no mundo das startups é o growth hacking, um marketing orientado a experimentos. Essa estratégia de posicionamento pode ser definida como um conjunto de técnicas de marketing desenvolvidas por empresas de tecnologia que usam a criatividade, pensamento analítico, bem como métricas de sites e de redes sociais para vender seus produtos, atingir seu público-alvo e ganhar exposição no mercado.

De maneira simples, growth hacking é a prática de encontrar gatilhos que, ao serem acionados, promovem crescimento acelerado.

O Funil do Growth Hacking

As técnicas utilizadas pelo growth hacking são baseadas no estudo analítico detalhado das tendências e do comportamento do usuário. Dessa forma, uma empresa é capaz de projetar um produto com um elevado potencial de penetração e com boa resposta do consumidor, num ciclo de melhoria contínua. Afinal, o foco está em sempre obter o melhor resultado ao final de todas as etapas de uma campanha.

Ciclo de Growth Hacking

Ciclo de Growth Hacking. Fonte.

Da mesma forma que existe um funil de vendas, também existe um funil do growth hacking, criado por Dave McClure, com 5 estágios:

  • Aquisição – Reúne as práticas para atrair e conquistar um cliente;
  • Ativação – Com foco em entregar a primeira boa experiência ao cliente;
  • Retenção – Etapa em que os clientes estão satisfeitos ao ponto de continuar utilizando seu produto;
  • Receita – Quando os clientes estão gerando faturamento para a empresa;
  • Indicações – É a etapa em que o cliente vira um promotor da sua marca, indicando para amigos.

Todas as ações de growth hacking são pensadas para otimizar cada um dos estágios desse funil.

As hacks para Marketing Digital que você deve começar a usar já

Listamos a seguir algumas hacks para marketing digital, extraídas do growth hacking, que são comprovadamente eficazes e que, se bem adaptadas para a sua persona, vão te ajudar a acertar em cheio o seu target.

1. Apostar em plataformas bem-sucedidas

Uma das melhores maneiras de crescer a base de usuários da sua empresa é aproveitar o potencial e a popularidade de plataformas bem-sucedidas. Empresas como a PayPal, YouTube e o Instagram são mestres nessa estratégia.

Outro exemplo é o Airbnb, plataforma que permite anunciar e reservar imóveis em qualquer lugar do mundo. Quando um usuário cadastra um apartamento no Airbnb, é fornecida a opção para cadastrá-lo também no Craigslist. O Craigslist é uma plataforma madura, que recebe milhões de visitantes todos os dias. A estratégia ajudou o Airbnb a crescer a sua base de clientes, uma vez que a lista de imóveis da Craigslist passou a oferecer um link de entrada para algumas ofertas do Airbnb.

2. Convites exclusivos

Conhece algum produto exclusivo e só acessível através de convites? Pois esta é uma hack de marketing digital usada por muitas marcas de sucesso. Funciona assim: um produto é criado e oferece a um grupo limitado de beta testers a possibilidade de convidar cinco ou dez amigos, sendo este convite a única maneira de obter acesso ao serviço.

Por exemplo, para usar os serviços oferecidos pela Inbox ou pelo Nubank é preciso ser convidado. Desse modo, o interesse no produto é gerado e o faz parecer mais exclusivo.

3. Foco na mídia social

As redes sociais são, por excelência, as principais ferramentas de growth hacking, uma vez que têm acessibilidade global e não requerem, em princípio, nenhum investimento. Graças às redes sociais e à análise do público-alvo, é possível criar um conteúdo viral ou uma oferta que se espalhe rapidamente.

Uma das táticas mais comuns de promoção é a realização de concursos em que o usuário deve compartilhar um post nas redes sociais. Esse método funciona muito bem no curto prazo, além de representar um crescimento exponencial da visibilidade da marca.

Um exemplo bem sucedido de uso das mídias sociais vem do Spotify, uma das primeiras empresas a integrar seu aplicativo com o news feed do Facebook. A estratégia permite aos usuários do player de música compartilharem o que estão ouvindo na rede social. A hack foi tão eficaz que permitiu ao serviço de streaming chegar ao seu milionésimo usuário em apenas 5 meses.

4. Hack camuflado

O rei dessa estratégia, definitivamente, é o Dropbox. Quando se lançou no mercado, o aplicativo adotou uma estratégia camuflada de crescimento: a empresa passou a oferecer megas extras de armazenamento para determinadas ações, como convidar outros usuários para usar o serviço ou conectar a sua conta com as redes sociais para atrair tráfico para o seu site. Essas ações, que representam um investimento mínimo de publicidade, tornaram o Dropbox uma das startups mais bem-sucedidas dos últimos anos.

Como você pode ver, empresas hoje gigantes do mercado mundial utilizaram hacks para acelerar seu crescimento e atingir seu público-alvo de maneira massiva. Elas lançaram mão desse recurso ainda pequenas e sem altos investimentos em marketing. Isso mostra de maneira bastante clara que esse tipo de estratégia está ao alcance de todo tipo de negócio, e aqueles que precisam encontrar novos meios de atingir seu target não podem mais virar as costas para essas técnicas comprovadamente eficazes.

E você? Já sabe quais hacks vai usar para acertar o seu alvo? E o mais importar: como atrair clientes melhores para a sua empresa? Então é hora de descobrir!

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
<div role="form" class="wpcf7" id="wpcf7-f14318-o1" lang="pt-BR" dir="ltr"> <div class="screen-reader-response" aria-live="polite"></div> <form action="/como-acertar-target-growth-hacking-gerente-precisa-saber/#wpcf7-f14318-o1" method="post" class="wpcf7-form" novalidate="novalidate"> <div style="display: none;"> <input type="hidden" name="_wpcf7" value="14318" /> <input type="hidden" name="_wpcf7_version" value="5.1.8" /> <input type="hidden" name="_wpcf7_locale" value="pt_BR" /> <input type="hidden" name="_wpcf7_unit_tag" value="wpcf7-f14318-o1" /> <input type="hidden" name="_wpcf7_container_post" value="0" /> </div> <div class="cta-fundo-de-funil"> <div class="header-cta"><span class="foto-cta"><img src="https://agenciawck.com.br/wp-content/uploads/2017/01/foto-lilian-rios-da-agencia-wck.png" width="136" height="136" alt="Lilian Rios" /></span><span class="titulo-cta"> <p class="titulo">Fale com a Lilian Rios</p> <p class="sub-titulo">Especialista Inbound Marketing</p> <p class="descricao">o</p> <p></span> </div> <div class="form-cta"> <p><span class="col-full"><span class="wpcf7-form-control-wrap nome"><input type="text" name="nome" value="" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text wpcf7-validates-as-required" aria-required="true" aria-invalid="false" placeholder="Nome completo" /></span></span><span class="col"><span class="wpcf7-form-control-wrap email"><input type="email" name="email" value="" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text wpcf7-email wpcf7-validates-as-required wpcf7-validates-as-email" aria-required="true" aria-invalid="false" placeholder="E-mail" /></span></span><span class="col"><span class="wpcf7-form-control-wrap telefone"><input type="text" name="telefone" value="" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text wpcf7-validates-as-required" aria-required="true" aria-invalid="false" placeholder="(00) 0000-0000" /></span></span><span class="col col-last"><span class="wpcf7-form-control-wrap cargo"><input type="text" name="cargo" value="" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text wpcf7-validates-as-required" aria-required="true" aria-invalid="false" placeholder="Cargo" /></span></span><span class="col-half"><span class="wpcf7-form-control-wrap funcionarios"><select name="funcionarios" class="wpcf7-form-control wpcf7-select wpcf7-validates-as-required" aria-required="true" aria-invalid="false"><option value="Número de funcionários">Número de funcionários</option><option value="1 a 5">1 a 5</option><option value="6 a 10">6 a 10</option><option value="11 a 25">11 a 25</option><option value="26 a 50">26 a 50</option><option value="51 a 100">51 a 100</option><option value="101 a 200">101 a 200</option><option value="201 a 1000">201 a 1000</option><option value="Mais de 1000">Mais de 1000</option></select></span></span><span class="col-half col-last"><span class="wpcf7-form-control-wrap site"><input type="text" name="site" value="" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text wpcf7-validates-as-required" aria-required="true" aria-invalid="false" placeholder="Site" /></span></span><br /> <input type="submit" value="Quero falar com a Lilian" class="wpcf7-form-control wpcf7-submit om-trigger-conversion" /></p> </div> </div> <div style="display:none;"> <span class="wpcf7-form-control-wrap identificador"><input type="text" name="identificador" value="CTA - Fale com a Lilian Rios" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text" aria-invalid="false" /></span><br /> <span class="wpcf7-form-control-wrap c_utmz"><input type="text" name="c_utmz" value="" size="40" class="wpcf7-form-control wpcf7-text" id="cookieutmz" aria-invalid="false" /></span> </div> <p><script type="text/javascript"> function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d<c.length;d++){var e=c[d];while(e.charAt(0)==" ")e=e.substring(1,e.length);if(e.indexOf(b)==0){return e.substring(b.length,e.length)}}return null}try{document.getElementById("cookieutmz").value=read_cookie("__utmz")}catch(err){} </script></p> <div class="wpcf7-response-output wpcf7-display-none" aria-hidden="true"></div></form></div>