Como a Análise de Cenário ajuda no planejamento estratégico da sua empresa [Super guia para o seu negócio]

Como a Análise de Cenário ajuda no planejamento estratégico da sua empresa [Super guia para o seu negócio]

  • 1
  • 23 de fevereiro de 2018

Muito se fala na importância do planejamento estratégico para o desenvolvimento e crescimento das empresas, e esta é uma verdade contra a qual não adianta lutar, uma vez que é o que vai definir os rumos do seu negócio, pelo menos, durante o ciclo que este planejamento engloba.

Mas, é importante ter em mente que, antes de começar a definir os caminhos, é preciso saber onde estamos e, por isso, é fundamental que se tenha uma boa análise de cenário para que se saiba que rumo tomar.

Primeiro, então, precisamos entender o que é essa tal análise de cenário, quais suas principais ferramentas, e como utilizá-la para que possamos definir a onde e como vamos chegar.

O que é a Análise de Cenário?

Basicamente, a análise de cenário é um conceito que permite, analisando fatores internos e externos do seu negócio, contextualizar a posição de determinada empresa dentro da realidade de seu mercado, assim como considerar avaliar o contexto futuro do mercado, sendo um importante ferramenta de gestão que ajuda a fundamentar o seu planejamento estratégico, oferecendo uma visão clara dos principais fatores – internos e externos, atuais e futuros – que impactam o seu negócio.

Apesar de ser um conceito poderoso na hora de entender onde seu negócio se encontra, e ajudar a definir para onde vai e qual caminho tomar, é preciso ficar atento ao fato de que é impossível prever com 100% de acerto todos os fatores que influenciam a sua realidade, então este será um instrumento que precisará de revisões e ajustes frequentes.

Outro fator essencial para uma boa análise é ser objetivo. Comece observando fatores concretos, que já estejam bem definidos, como os pontos positivos e negativos da sua empresa, os principais concorrentes, os obstáculos recorrentes que tem encontrado em sua trajetória. Isso ajuda muito a manter os pés no chão obter dados sólidos para entender o panorama geral de onde se encontra.

O que é a Planejamento Estratégico?

Uma vez que o contexto atual da sua empresa está claro, é hora de olhar para o futuro e traçar metas de onde deseja chegar. É aí que entra em campo o planejamento estratégico, que nada mais é do que a definição do destino desejado, em um determinado período de tempo, ou ciclo, levando em conta a visão, missão e valores do seu negócio e como alcançá-lo!

Independente de qual seja o destino ou objetivo, é preciso que eles sejam claros e bem definidos para que se possa determinar as ações necessárias para que se chegue lá. Isso é o que vai tornar possível que cada parte da estrutura da empresa saiba o qual é o seu papel dentro da organização e como ele se relaciona com as demais áreas.

Apesar do planejamento envolver toda a empresa, é preciso que sua construção seja feita por partes, envolvendo cada área e cada cargo no seu devido momento para que não vire apenas um grande brainstorm ou lista de desejos, e a tarefa se perca apenas no mundo das ideias. Comece o processo trazendo para a discussão apenas as pessoas com poder de decisão, que vão estabelecer as metas macro e, mais adiante, as demais áreas e posições vão oferecer seus inputs para as metas micro.

Análise de cenários X Planejamento Estratégico

Como instrumento essencial para o desenvolvimento do planejamento estratégico de qualquer negócio, a análise de cenários é responsável por fornecer as principais informações que vão justificar os rumos estabelecidos no planejamento, sendo assim, este é apenas o começo do trabalho que, a cada passo envolve mais e mais as diferentes áreas da empresa.

Assim, uma vez que sua análise foi feita, é o momento de compará-la à missão, visão e valores do negócio, e observar os pontos em que se distanciam e onde se aproximam, facilitando o entendimento de quais deles precisam de maior atenção e foco, permitindo alocar os recursos com mais eficiência.

Com este entendimento, é hora de olhar para o futuro e determinar, os objetivos, que devem sempre estar alinhados com sua missão, visão e valores – nunca é demais ressaltar este ponto -, o tempo necessário para cada um deles e as estratégias necessárias para que sejam atingidos com sucesso e, assim se possa iniciar um novo ciclo de desenvolvimento e crescimento!

Note que o nome ciclo não foi usado a toa, mas porque todos este processo ocorre de forma cíclica enquanto houver sentido, e desejo, para que seu negócio continue se desenvolvendo e solucionando as dores dos seus clientes!

Ferramentas de Análise de Cenário

Depois de apresentar a importância e os momentos de utilizar a análise de cenários, precisamos apresentar algumas ferramentas que vão te ajudar e visualizar qual o contexto atual da sua empresa para que possa definir os rumos e organizar os processos.

Assim, vamos te apresentar as 3 ferramentas mais utilizadas:

  • Análise SWOT ou FOFA

    Esta é a ferramenta mais conhecida para análise de cenários e vai te mostrar quais as Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças da sua empresa, por isso o nome FOFA (ou SWOT para Strengths, Weakness, Opportunities e Threats em inglês).

    As Forças e Fraquezas são os aspectos internos, o que acontece no seu negócio e é possível controlar com ações internas para que se desenvolvam, nos casos positivos e minimize ou cessem, em casos negativos. Já as Oportunidades e Ameaças, são os fatores externos, dos quais não temos controle, mas é possível, ao entendê-los, tomar medidas para que se possa superar os obstáculos e potencializar as oportunidades.

    Com estas informações, fica muito mais fácil entender qual o momento da empresa e quais são seus pontos fortes e fracos, criando um mapa claro do que deve ser trabalhado e como isso impacta no seu desenvolvimento!

    Que tal dar uma olhada em um exemplo de como construir uma Análise FOFA?

  • PDCA/SDCA

    Estas são ferramentas que devem ser usadas em em conjunto e vão se retroalimentar constantemente, criando um ciclo de qualidade e padronização que são muito importantes quando estamos olhando para nossa realidade de negócio.

    PDCA é a sigla em inglês para Planejar, Fazer, Checar e Agir (Plan, Do, Check e Act) que descreve um ciclo de melhorias constantes na qualidade da sua empresa através do controle do processos. Ao completar o ciclo, caso todos os 4 elementos tenha produzido resultados satisfatórios, este sistema será padronizado para seja um processo a ser seguido sempre que necessário, e é aí que entra o SDCA!

    SDCA é uma ferramenta de padronização de processos que consiste em Padronizar, Fazer, Checar e Agir (a sigla surge do inglês Standardize, Do, Check e Act, como no PDCA), e a grande diferença para o PDCA é que, ao invés de Planejar, o primeiro passo é Padronizar o ciclo de resultados positivos para que passe a ser o processo utilizado na para situações similares.

    Assim, estes instrumentos, quando utilizados em conjunto, oferecem uma ótima leitura do caminho a ser seguido para a solução de problemas, sejam internos ou externos ao seu negócio, ajudando a planejar o seu futuro!

  • Balanced Scorecard

    Também conhecido como BSC, o Balanced Scorecard é uma metodologia que visa balancear os indicadores de desempenho, evitando que se dê peso demais para alguns desses indicadores em detrimento dos demais. Isto costuma ocorrer com bastante frequência, uma vez que tendemos a olhar demais para os aspectos financeiros deixando de lado clientes, processos e pessoas, por exemplo.

    Este balanceamento é importante pois todos os fatores mencionados acima estão interligados, se afetam mutuamente e, caso um deles não seja computado, qualquer estratégia criada será prejudicada.

    Assim, com uma visão integrada dos fatores, é possível definir estratégias de forma clara e alinhados com indicadores de desempenho, planos de ação e metas a serem alcançadas, garantindo que todos os esforços da organização estejam alinhados fazendo com que o gerenciamento das diferentes equipes e áreas seja facilitado!

Estas são apenas algumas das ferramentas que vão te ajudar a desenvolver estratégias e processos para alavancar e desenvolver a sua organização, mas elas não são a solução em si. São instrumentos essenciais, mas precisam ser utilizadas dentro do que você espera que sua empresa se torne e, há algum tempo a tecnologia vem ditando a forma de fazer negócios!

Por isso, é preciso estar sempre alinhado à transformação digital, uma vez que seus clientes não dependem mais que você o alcance diretamente, chamando atenção para seus serviços e produtos, eles mesmos são ativos em buscar soluções para seus problemas.

Portanto, uma estratégia eficiente precisa, além de mecanismos internos para atingir seus objetivos, criar uma presença digital robusta e que ofereça as informações necessárias para que o público opte pela sua solução, não a da concorrência!

Assim, é importante estar preparado para esta jornada pelo mundo da transformação digital, e nós temos e-book “O guia definitivo para o crescimento do seu negócio: Crie estratégias alinhadas à transformação digital”, que vai ser muito útil para o futuro da sua empresa!

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o