6 hábitos dos profissionais de marketing que afetam o seu resultado

6 hábitos dos profissionais de marketing que afetam o seu resultado

  • 0
  • 3 de abril de 2017

Você já parou para analisar os bons e maus hábitos profissionais que fazem parte da sua equipe de marketing? É importante lembrar que qualquer ação que faça parte da rotina do setor influencia nos resultados em marketing digital alcançados. Assim como práticas ruins podem prejudicar a produtividade do time, hábitos positivos inspiram mais ideias criativas e inovadoras no ambiente de trabalho.

Por isso, todo líder de equipe deve estar atento às boas e más práticas, reforçar as primeiras e eliminar as segundas. Dessa forma, os profissionais de marketing estarão melhor preparados para trabalhar com seu potencial máximo e contribuir para que o setor apresente melhor performance. Veja seis exemplos de maus hábitos dos profissionais de Marketing que devem ser monitorados e entenda como ter mais resultados a partir disso:

Hábitos dos profissionais de Marketing que devem ser eliminados

1. Esquecer de perguntar a opinião do cliente

Ainda existem profissionais de marketing que subestimam a importância de fazer pesquisas relevantes com o público-alvo da empresa. De forma geral, são pessoas que ainda não aderiram completamente ao uso de ferramentas digitais e que acreditam que é possível conhecer o perfil de um consumidor usando a intuição e a própria experiência com a marca.

Este é um dos maiores erros que se pode cometer na estratégia de divulgação de uma empresa e dos seus produtos. Se o profissional não conhece, a fundo, o consumidor, os seus desejos e necessidades, como ele vai criar uma campanha com argumentos convincentes? Para que as ações realizadas apresentem eficiência, é preciso entender o cliente; mais do que isso, é preciso conhecer a marca a partir do ponto de vista dos consumidores. Alguns passos importantes para isso são:

  • Acompanhar o que os consumidores falam da marca nas redes sociais;
  • Criar um alerta no Google para que o marketing da empresa seja notificado quando sai um artigo ou notícia relacionada à empresa;
  • Utilizar ferramentas de pesquisa para entender o consumidor.

Atualmente, o marketing pode contar com diversas ferramentas que oferecem respostas precisas acerca dos potenciais clientes da marca. Estas são informações essenciais para que as campanhas tenham o direcionamento certo e para que os objetivos da estratégia sejam atingidos.

2. Deixar que distrações prejudiquem a produtividade

Este não é um problema exclusivo do setor de marketing. Boa parte dos profissionais no mercado enfrenta um desafio diário: eliminar as distrações e manter o foco nas tarefas que precisam ser desenvolvidas. Entre os obstáculos encontrados, o smartphone, as inúmeras abas abertas no navegador e a tendência de ser multitarefa podem ser citados como os piores inimigos. Para garantir que a concentração estará direcionada para a tarefa que precisa ser concluída, existem alguns hábitos que devem ser adotados:

  • Fechar a aba do e-mail e desligar as notificações;
  • Desligar a internet do celular;
  • Tirar as tentações da barra de favoritos (como o Facebook e o seu blog preferido);
  • Usar um aplicativo ou técnica para manter o foco na atividade desenvolvida (como a técnica pomodoro, que divide o período de trabalho em blocos iguais de tempo que o profissional deve ficar concentrado no trabalho, com intervalos para descanso);
  • Terminar uma tarefa antes de iniciar a próxima. Desempenhar muitas tarefas ao mesmo tempo com qualidade e produtividade é para poucos. Na maioria das vezes, o profissional acaba perdendo a concentração e são maiores as chances de erros e de estresse.

3. Manter a mente sobrecarregada

Marketing é um trabalho enriquecido pela criatividade dos profissionais que trabalham no setor. Para que a inspiração seja constante no ambiente de trabalho, é essencial que os colaboradores tenham hábitos que ajudem a manter a mente relaxada. Se uma atividade parece não render, por exemplo, pode ser uma boa ideia levantar, pegar um café ou fazer uma pausa de dez minutos. O estresse pode fazer mal para a produtividade e afastar a criatividade. Descansar a cabeça, por outro lado, é uma boa maneira de renovar as ideias.

Se o ambiente é estressante no setor de marketing da sua empresa, considere fazer mudanças e incentivar práticas que mudem este cenário.

4. Não delegar tarefas

Uma tendência perigosa na área de marketing é a de um profissional querer se responsabilizar por todas as tarefas. Uma equipe é formada por colaboradores com diferentes talentos e perfis, certo? Então porque não dividir as tarefas de modo que cada um fique responsável por aquilo que faz melhor? O resultado é um trabalho desenvolvido com mais qualidade e um time mais produtivo.

Vale destacar as situações em que o setor ganharia muito se contasse com ajuda especializada. Uma agência de marketing digital, por exemplo, pode trazer o conhecimento que falta para que a marca se destaque com ações precisas e bem direcionadas. Ainda que os colaboradores da empresa tenham profundo conhecimento em marketing, uma agência só agrega valor ao trabalho desenvolvido: ajuda a otimizar processos, a melhorar o planejamento e a impulsionar a estratégia com o uso de plataformas e métricas eficientes, com foco em resultados (ainda em relação a foco, temos um conteúdo excelente que vai ajudar você a refletir sobre como gerar resultados a partir do que você já sabe. Vale a leitura!).

…e 2 hábitos que devem ser reforçados na sua equipe!

5. Ter curiosidade para descobrir novas tendências e ferramentas

Um bom profissional de marketing é curioso e tem iniciativa para testar novas tendências do mercado. Participa de feiras, lê resenhas de novos aplicativos e sabe quais são as redes sociais recém-lançadas. Busca ampliar os seus conhecimentos com frequência e aumentar as suas habilidades na área. Um colaborador que mantém estes hábitos enriquece o setor, porque promove a inovação no ambiente de trabalho e traz novas ideias que contribuem para impulsionar o negócio.

6. Buscar conhecimento em experiências reais

Há muito que aprender com experiências reais de outras empresas, não necessariamente apenas daquelas que estão no mesmo ramo de atuação que a sua. Erros, por exemplo, podem ser evitados quando o profissional tem o hábito de pesquisar sobre o trabalho desenvolvido por outras marcas. O mesmo vale para as experiências positivas: um case de sucesso pode contribuir para o aprimoramento de processos ou até mesmo inspirar soluções para antigos problemas. Quer começar? Então se inspire nestes 4 cases de sucesso de efetividade na comunicação.

Em resumo, atingir bons resultados em marketing digital não depende unicamente de seguir manuais e as últimas tendências do mercado. Os hábitos profissionais desempenham um papel fundamental nesse processo. Por isso, é imperativo que você esteja sempre atento ao seu comportamento no trabalho e também da sua equipe para, de fato, ter mais resultados.

Como você viu, os hábitos profissionais influenciam diretamente nos resultados. Mas você sabe como identificar o teor desta influência? Aprenda como é importante diferenciar empenho e desempenho profissional.

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o