3 dicas para você aumentar as suas vendas através de email marketing

3 dicas para você aumentar as suas vendas através de email marketing

  • 0
  • 1 de Janeiro de 2016

Atualmente, o e-mail é uma ferramenta indispensável no dia a dia das pessoas. Cerca de 90% dos internautas possuem uma conta de e-mail e o acessam pelo menos uma vez por dia, todos os dias. Portanto, utilizar o e-mail marketing pode ser uma estratégia promissora se usada corretamente.

Porém, existem alguns parâmetros a serem seguidos para que uma campanha de e-mail marketing seja bem sucedida. Separamos uma lista com algumas dicas que podem ser úteis para estruturar campanhas de forma que suas vendas aumentem através desta ferramenta. Confira!

1 – Conquiste sua lista de e-mails

Aquela velha estratégia de comprar listas de e-mails, além de ser crime, comprovadamente não funciona. Quando você compra uma lista ou usa softwares que recolhem milhares de e-mails aleatoriamente, não existe um critério de avaliação sobre estes contatos. Você não tem como saber quem são os donos destas contas. Portanto, disparar e-mails marketing de seu produto para uma lista de e-mail comprada, não faz nenhum sentido.

Você precisa saber quem é o público alvo de seu produto. Todo produto possui um público específico, com gostos semelhantes, faixa etária, classe social, nível acadêmico, sexo, entre outras características particulares e comportamentais. Para se conseguir selecionar de forma um pouco mais minuciosa o seu público, você precisa fazer uma triagem nos meios em que está utilizando para recolher sua lista de e-mails.

Forneça algo em troca de um contato de e-mail

Sabemos que disparar milhares de e-mails por dia para qualquer pessoa, de forma invasiva e inconveniente, não é um método funcional. Portanto, a forma mais viável e que tem mostrado resultados para se formar uma boa lista de e-mails, é através do marketing de conteúdo. Você pode começar a notar que a maioria dos sites e blogs atualmente, oferecem conteúdos gratuitos para download, pedindo apenas que você se cadastre com o seu e-mail. Estes conteúdos geralmente são ebooks ou pdfs sobre assuntos de interesse da pessoa que acessou o site.

Este é um meio justo e sincero de se conseguir um e-mail. E quando a pessoa se cadastra em seu site para receber conteúdo gratuito, ela estará informando alguns de seus principais dados pessoais como idade, sexo, nível acadêmico, e etc, fazendo automaticamente a triagem que você precisava para direcionar de forma organizada e inteligente a quem os seus e-mails marketing devem ser enviados.

2 – Atraia seus clientes através do conteúdo

Seguindo a linha de raciocínio do marketing de conteúdo que foi usado para captar os e-mails de seus possíveis clientes, agora que eles lhe deram autorização para que você possa enviar e-mails para suas caixas de entrada, e mostraram interesse pelo setor que sua empresa atua, você deve muni-los com conteúdos que sejam de seu interesse e despertem a sua curiosidade.

Nos últimos anos, as empresas têm investido neste meio para conseguir atrair mais clientes. Consiste em falar sobre um assunto que possua ligação direta com o seu produto, mas ao mesmo tempo sem falar de seu produto como se você estivesse tentando vendê-lo. Pareceu confuso? Mas é bem simples!

Por exemplo, digamos que você possui uma startup que confecciona cerveja artesanal. Se você enviasse e-mails marketing dizendo palavras como “compre”, “ganhe”, “concorra”. As pessoas iriam apaga-los antes mesmo de abri-los, e as chances disso acontecer são muito grandes, pois ninguém gosta de receber propagandas em seu e-mail particular.

Portanto, você poderia utilizar outra estratégia. Poderia enviar e-mails marketing ensinando receitas de comidas que combinem com cerveja artesanal, curiosidades interessantes sobre a confecção de cervejas artesanais ou qualquer outro assunto que tenha ligação com o seu produto.

Desta forma, as pessoas teriam um bom motivo para querer abrir estes e-mails, pois de fato haveria um assunto de seu interesse. E o conteúdo seria tão interessante, que estas pessoas sentiriam curiosidade em querer saber mais a respeito desta empresa que enviou este conteúdo, o que iria acabar as levando até o seu produto.

3 – Direcione para o público correto

Por fim, você deve criar grupos de e-mail separando-os por categorias. Grupos de pessoas com interesses em comum, faixa etária próxima, ou algum outro fator determinante, ito porque as pessoas gostam de se sentirem valorizadas de forma individual. Para que a linguagem de seu e-mail marketing não fique muito generalizada, fazendo com que a pessoa perceba que você não está falando apenas com ela, você deve utilizar uma linguagem mais impessoal. Fazendo com que a pessoa sinta que a comunicação se dirige apenas a ela.

Por isso é tão importante conseguir os e-mails fornecendo conteúdo gratuito em troca de um cadastro. Este cadastro também servirá para que você possa segmentar os grupos de suas listas, possibilitando que os emails marketing sejam enviados com conteúdo “individualizado” para cada perfil de usuário.

Caso você tenha alguma dúvida ou alguma observação que queira compartilhar sobre campanhas de email marketing, deixe o seu comentário para que possamos trocar informações! 

Que tal ser o primeiro a avaliar este artigo?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
Carregando...

Leave a Reply

Deixe seu comentário abaixo

[contact-form-7 id="14318" title="Fale com a Lilian Rios (Fim de Post)"]
Lilian Rios

Fale com a Lilian Rios

Especialista Inbound Marketing

o